Carreira Desenvolvimento 5 linguagens de programação promissoras para se estudar em 2018

Cinco linguagens de programação de muito potencial no mercado de trabalho em 2018.

Marylene Guedes 26 de fevereiro de 2018

Que tal aproveitar esse início de ano e traçar uma meta de estudos envolvendo as linguagens mais promissoras para esse ano?

Se você é iniciante, é uma ótima maneira de começar para poder estar apto ao que o mercado está pedindo. Para você que já é da área, nunca é demais estudar e se aprimorar nas linguagens que você já conhece ou se aventurar em uma nova, pois sabemos que em nossa área o estudo é constante… então vamos começar?

JavaScript

Logo javascript

O JavaScript é uma linguagem que está praticamente em tudo! Esse já é um bom motivo para o qual você não estará perdendo tempo estudando ele. Vai chegar uma hora que você precisará saber nem que seja um pouco. Além disso, ele funciona tanto do lado do cliente como do servidor, assim você também poderá criar aplicativos e até executá-los em dispositivos IoT (Internet das coisas).

O JavaScript é uma linguagem de programação universal e continuará sendo. Caso você já domine ele, pode dar uma olhada no TypeScript, um superset de JavaScript.

JavaScript Básico
Curso de JavaScript Básico
CONHEÇA O CURSO

Python

logo phyton

O Python sempre foi uma linguagem popular para se aprender a programar, justamente por ter uma sintaxe bem clara e fácil de se aprender. Recentemente lançamos um post sobre ele especialmente para quem quer iniciar: “Como começar com Python“, se você ainda não viu dá uma olhada lá.

Além do Python ser uma ótima linguagem de programação para iniciantes, ela também se aplica para programadores mais experientes, pois é uma linguagem vastamente utilizada no mercado de trabalho.

O Python é uma linguagem que está em expansão principalmente na área de Machine Learning (com R), além de poder ser utilizada com vários propósitos. É possível desenvolver desde scripts até aplicações web e mobile.

Flask - Desenvolvimento de APIs REST
Curso de Flask - Desenvolvimento de APIs REST
CONHEÇA O CURSO

C#

logo c#

O C# é uma das linguagens de programação mais modernas e populares hoje em dia, e esse ano não será diferente. Você pode utilizá-la para desenvolver para plataformas web, dispositivos móveis e aplicações desktop.

Com a praticidade dessa linguagem, você pode, de forma relativamente fácil, desenvolver desde projetos mais simples até projetos complexos e multiplataforma.

Além disso, o C# é usado em Unity, então se você deseja se aprofundar na área de games será realmente valioso, para que assim você possa se aventurar nas experiências de AR (Realidade Aumentada) e VR (Realidade Virtual).

C# (C Sharp) Básico
Curso de C# (C Sharp) Básico
CONHEÇA O CURSO

Go

logo go

O Go é uma linguagem que vem subindo rapidamente sua popularidade. É uma linguagem simples, mas muito poderosa. Ela foi criada pela Google com o objetivo de ser uma linguagem de programação ideal e você poderá se surpreender do tanto que essa linguagem pode atender às suas expectativas.

Se você já tiver uma base de conhecimentos em programação, se sentirá mais confortável em aprender Go.

Go Básico
Curso de Go Básico
CONHEÇA O CURSO

Kotlin com Android

logo kotlin

O Kotlin é uma linguagem recente, onde você pode desenvolver aplicativos para Android com ela. Agora, a Kotlin é a linguagem oficial suportada na plataforma Android, se tornando uma substituição gradual ao Java.

Com o apoio do Google e JetBrains, não é surpresa que o Kotlin tenha tido um aumento tão grande em popularidade. Então se você deseja criar aplicativos para Android, já pode começar a estudar o Kotlin.

Kotlin com Android - Primeiros Passos
Curso de Kotlin com Android - Primeiros Passos
CONHEÇA O CURSO

Concluindo

Vale lembrar que essas são as linguagens que julgamos promissoras para este ano. Se você gosta e/ou precisa aprender alguma outra não há problema nenhum, o importante é o estudo constante. 😉

Desenvolvedor Python
Formação: Desenvolvedor Python
Aprenda os principais conceitos do Python (uso de variáveis, estruturas condicionais e estruturas de decisão), como trabalhar com orientação à objetos (métodos, construtores, destrutores, classes, herança, polimorfismo e duck-typing), estruturas de dados (Listas, Filas, Pilhas, Árvores Binárias, Dicionários, Conjuntos, Tabelas de Espalhamento e Mapas), banco de dados relacionais (DB API e SQLAlchemy) e como criar aplicações desktop com o Kivy.
CONHEÇA A FORMAÇÃO
Deixe seu comentário

Conheça o autor desse artigo

  • Foto Autor Marylene Guedes
    Marylene Guedes

    Responsável pelo sucesso do cliente na TreinaWeb. Graduada em Gestão de Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá, além de estudante de UX/UI.

    Posts desse Autor

Artigos relacionados