Como Diferenciar-se no Mercado e Atrair Clientes: Nicho vs. Especialidade

Hoje vamos falar sobre um assunto que sou apaixonado, que é “Marketing de Diferenciação”! Porque algumas marcas conseguem cobrar muito mais caro por um produto ou serviço, e mesmo assim tem uma legião de fãs e compradores fanáticos. Ah, e como você já deve estar ligado, este é o 2º artigo da série sobre “Como atrair, precificar e fechar clientes”. E se você perdeu o primeiro artigo, Como Conseguir Clientes e Trabalhos Como Desenvolvedor Freelancer, leia ele primeiro e depois continue lendo este.

As estratégias de diferenciação de uma marca são as responsáveis, como exemplo, por pagarmos 300% mais caro em um café no Starbucks, por encher as lojas da apple quando um novo iphone é lançado, por você comprar uma camiseta da Nike sem nem se importar qual o tipo do material ou ainda defender uma marca com unhas e dentes quando alguém fala mal dela. Essas marcas despertam desejo nos seus clientes.

Quando você consegue se “diferenciar” dos concorrentes, você se torna uma marca única, você para de receber comparações com outras. Você, literalmente, se descola dos outros desenvolvedores ou empresas de desenvolvimento do mercado.

E existem inúmeras estratégias pra você atrair clientes que fechem o desenvolvimento de um software contigo, independente do preço que você cobra. Estes clientes vão fechar contigo pelo “valor” que a sua marca passa, pela sua autoridade e resultado que você oferece.

Bora Criar uma Vaca Roxa?

Vaca Roxa é um termo comum no marketing de diferenciação, foi criado por Seth Godin no seu livro “Purple Cow”. A vaca roxa nada mais é do que o fator diferencial do seu negócio. A sua proposta de valor única. Afinal, você nunca viu uma vaca roxa por aí, não é mesmo?

A Vaca Roxa pode ser aplicada em várias áreas, assim como diferentes nichos. Ela é extremamente importante porque é como as pessoas irão lembrar do seu trabalho, da sua empresa, do seu site, portanto precisa ser diferente de tudo que há por aí.

Nesta série, serão dois artigos sobre Diferenciação, hoje eu vou falar sobre nicho vs. Especialidade e no próximo artigo falarei sobre Emocional vs. Racional.

Foco estratégico é o 1º quesito da sua diferenciação

Se você quer empreender na área do desenvolvimento, em um primeiro momento é muito interessante você focar o seu negócio, para gerar esta diferenciação.

Existem dois tipos de focos: Especialidade e Nicho. E é interessante pensar bem o seu plano de negócios, como que você vai trabalhar na internet, antes de sair por aí, atirando pedra a esmo.

NICHO

Nichos de mercado são áreas específicas em que seus clientes atuam. LEMBRE-SE QUE: a esmagadora maioria dos desenvolvedores e empresas de desenvolvimento, trabalham sem foco comercial, sem foco no marketing digital, o que aparecer está bom.

Logo, se você nichar o seu negócio, a chance é que você será um profissional diferenciado. sobre você escolher apenas um nicho pra trabalhar, focar seu conteúdo, focar todas as suas forças neste nicho…

Quando a gente abre um negócio, sempre temos a ideia de que quanto mais pessoas eu conseguir chegar, mais vendas eu vou fazer. Mas, no mundo real, não funciona bem assim. Por mais que pareça lógico, tentar atingir todo o tipo de pessoa pode ser um baita tiro no pé.

O nicho é muito interessante porque ele gera autoridade pra você no mercado e cria “referral”, ou marketing de referência, o famoso “boca a boca”. Por exemplo, digamos que você escolha um nicho de Startups para trabalhar, fazendo desenvolvimento de sites e aplicativos, quando você começa a fazer bons trabalhos dentro de um nicho, naturalmente seus clientes, vão te indicar para os colegas.

E rapidamente, com a ajuda das redes sociais, marketing digital e o “boca a boca” você se torna referência na área. A ideia é focar todas as suas ações de marketing para aquele nicho, suas redes sociais, sua comunicação e seu posicionamento… tudo isso indicará que você é especialista na área de atuação do seu cliente.

Quando você é o cara em algum nicho, a concorrência é zero. Porque se uma startup precisar desenvolver seu aplicativo, ela provavelmente dará preferência para desenvolver com alguém que já é especialista nisso.

E é muito mais fácil você fechar negócio, quando você é especialista. O cliente sabe que está colocando o projeto da vida dele nas mãos certas. Passa muito mais confiança e credibilidade.

Como escolher um bom nicho??

  • Escolha nichos que há demanda para o seu serviço;
  • Se você identificar que o nicho já tem algum grande player trabalhando, saiba que este é certamente um bom nicho pra você entrar;
  • Escolha um nicho que você goste;
  • Pesquise se existe dinheiro nesse nicho;
  • Pesquise se este é um nicho com longevidade;
  • Escolha um nicho que tenha “novos negócios” a todo o momento;
  • O mais básico: Nichos que precisem dos seus serviços ou produtos;

É importante dizer que a escolha do nicho, aqui, trata-se de posicionamento. Os tipos de conteúdo que você vai criar, os assuntos que você vai abordar, onde você vai focar as suas ações de marketing digital. Mas, é claro que vão aparecer clientes de outros nichos, sempre… e não quer dizer que você não vai pegar estes clientes. E óbvio que você vai atender normalmente.

Especialidade

Qual a sua especialidade? Quais as áreas e linguagens de programação que você é melhor?? Escolha uma área pra focar: Front-end, back-end, aplicativos, site, sistemas, ou um “produto” seu (falaremos mais disso em outro artigo).

Escolher uma especialidade gera autoridade, ajuda a tornar a concorrência irrelevante: aumenta MUITO as chances de fechar negócio quando o cliente está com outros orçamentos em mãos. E o pulo do gato: Abre mais o leque com relação ao nicho.

Nicho vs. Especialidade

A ideia de todo este artigo é você diferenciar-se por nicho ou especialidade. Mas, essas são variáveis inversamente proporcionais. Ou seja, quanto mais específico for o seu nicho, mais variedades de serviços você poderá oferecer. E quanto mais amplo for o seu nicho, menos variedades de serviço você poderá oferecer.

Por exemplo, vou trabalhar com o nicho empreendedores digitais. Este é um nicho super amplo, engloba e-commerces, startups, a galera que vende cursos online, blogueiros, influencers e tantos outros. Neste caso, o interessante é você focar em um produto ou serviço específico (ou poucos). Para você usar como objeto de diferenciação a sua especialidade.

Agora se você focar bem o nicho, como pequenos e-commerces, você consegue ampliar a sua gama de serviços e produtos pra oferecer.

Pense que isso é essencial pra você não ser só mais um desenvolvedor freela no mercado. Estamos trabalhando a sua marca, pra que você seja O Cara!

Este é o segundo artigo da série “Como Conseguir Clientes e Trabalhos Como Desenvolvedor Freelancer”, espero que esteja gostando. E se está, deixe um comentário gentil aqui abaixo.

Continue lendo a série no próximo post: Como Ser um Desenvolvedor Amado pelos clientes: Emocional vs. Racional.

Deixe seu comentário

Pós-Graduado em Marketing pela FGV. Sou um grande estudioso na área de marketing digital e empreendedorismo digital. Estou há mais de 10 anos neste mutante mercado. Vem comigo!

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PROGRAMADORES