Algoritmos Desenvolvimento

Conceitos usados no aprendizado de programação

Entenda conceitos utilizados no aprendizado de lógica de programação.

6 meses atrás

Para desenvolver um software nós precisamos passar instruções para o computador com o passo a passo das tarefas que o mesmo irá realizar para resolver um problema, este conceito é chamado de algoritmo. Diferentemente do início do desenvolvimento de software, onde essas instruções eram passadas por cartões perfurados, hoje nós podemos passar as instruções utilizando padrões de códigos, que podem ser traduzido nas linguagens de programação.

Lógica de Programação Completo
Curso Lógica de Programação Completo
Conhecer o curso

Existe uma variedade de linguagens de programação e de paradigmas que visam facilitar o desenvolvimento e manutenção dos sistemas, porém algo imutável é o conceito base da lógica de programação, este que você deve desenvolver pois são fundamentais no uso de qualquer linguagem e paradigma.

Se você está começando agora a estudar lógica de programação, antes de tudo aconselho a leitura de nosso artigo “O que é de fato a lógica de programação?” entramos mais a fundo sobre o conceito deste tópico tão importante da área de desenvolvimento.

Neste artigo vamos partir para a introdução a lógica de programação, exemplificando como podemos transformar ações do mundo real em algoritmos, uso de ferramentas para reforçar o aprendizado como o fluxograma e o próprio desenvolvimento de um algoritmo básico em uma linguagem de programação.

O que são algoritmos?

As nossas ações desde o momento que acordamos são lógicas, pense bem, quais ações nós fazemos ao acordar para levantar pela manhã?

Acordar
Abrir o olho esquerdo
Abrir o olho direito
Sentar na cama
Procurar o Chinelo
Encontrou?
	Colocar o chinelo esquerdo
	Colocar o chinelo direito.
	Levantar
	Fim
Não Encontrou?
	Levantar Descalço
	Fim.

Ao acordar nós fazemos uma série de ações, porém é algo natural para nós, já o computador necessita que essas instruções sejam informadas passo a passo de forma minuciosa, essa sequência de passos que realizam uma tarefa são chamados de algoritmo.

Repare como em uma atividade do nosso dia a dia nós efetuamos uma série de passos para realizar uma tarefa simples, por ser algo de nosso cotidiano, realizamos esse “algoritmo” de forma automática, porém um computador não tem essa habilidade, sendo necessário que o ser humano programe o algoritmo para o computador realizar uma tarefa que resolva um problema específico.

O que é um fluxograma?

Uma ferramenta que é muito utilizada para auxiliar no desenvolvimento de algoritmos é o uso de fluxogramas, com essa opção é possível analisar de forma visual o comportamento de um algoritmo e facilitar a sua interpretação. Ao utilizar um fluxograma é necessário seguir um padrão de símbolos, a tabela abaixo explica os símbolos mais utilizados na área de programação:

fonte: (http://www.univasf.edu.br/~marcelo.linder/arquivos_ap/aulas_M2/aula4.pdf)

O algoritmo acima, aplicando o fluxograma, ficaria da seguinte forma:

Utilizando Pseudocódigo

Vamos partir agora para um exemplo mais prático, como podemos criar um algoritmo para o computador somar dois números?

Em pseudocódigo, que é um “código” onde utilizamos uma linguagem entre a natural e a codificação, teremos o seguinte resultado:

Algoritmo "Somar"

inteiro numero1, numero2, soma;
Exiba: "Digite dois números que serão somados";
leia (numero1,numero2);
soma = numero1+numero2;
Exiba: "O resultado da soma é "soma;
fim;

No pseudocódigo acima nós criamos um algoritmo para somar dois números utilizando os operadores matemáticos.

O primeiro passo foi informar com quais valores o algoritmo deverá trabalhar, no caso o valor do numero1, numero2 e o valor que representa a soma com o valor soma, todos os valores são do tipo inteiro. Você pode conferir este conceito em nosso artigo sobre variáveis e constantes caso não conheça.

Logo em seguida utilizamos o passo “Exiba”, onde nosso algoritmo irá exibir uma mensagem para o usuário e posteriormente o passo leia, para ler os dados do número 1 e número 2 que serão respectivamente informados pelo usuário.

Usamos uma expressão matemática para somar o numero1 e numero2, atribuir este valor a variável soma e por último, exibir a mensagem com o valor correto da soma.

Nós podemos também representar o algoritmo acima utilizando o fluxograma, onde iremos obter o seguinte resultado:

Lógica Orientada a Objetos Completo
Curso Lógica Orientada a Objetos Completo
Conhecer o curso

Linguagem de Programação Estruturada

Para finalizar o nosso exemplo, vamos efetivamente programar este algoritmo utilizando uma linguagem de programação, neste caso o C que é ótimo para fins didáticos.

void main() {
    int numero1;
    int numero2;
    int soma;

    printf("Digite dois numeros que serao somados:\n");
    scanf("%d", &numero1);
    scanf("%d", &numero2);

    soma = numero1 + numero2;

    printf("O resultado da soma é %d", soma);
}

Iremos obter o seguinte resultado:

Utilizamos a linguagem C para este exemplo, uma linguagem estruturada. A programação estruturada é baseada no conceito de modularização, onde cada responsabilidade do software a ser desenvolvido é baseado em blocos que devem realizar tarefas únicas, estes “blocos de código” são chamados de funções e procedimentos. Você pode entender melhor este conceito em nosso artigo sobre “modularização: funções e procedimentos”.

Conclusão

Vale reforçar que o estudo em lógica de programação é fundamental para o domínio de qualquer linguagem e paradigma, esse conhecimento será primordial para a sua evolução nos estudos na área de desenvolvimento de software, portanto, tenha paciência e evite pular etapas no seu aprendizado, aconselho a leitura de nosso artigo sobre o guia de introdução a programação onde abordamos vários assuntos importantes.

C Básico
Curso C Básico
Conhecer o curso

Autor(a) do artigo

Wesley Gado
Wesley Gado

Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo Instituto Federal de São Paulo, atuou em projetos como desenvolvedor Front-End. Nas horas vagas grava Podcast e arrisca uns três acordes no violão.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos