Python Conheça o Pyramid, Framework Python para desenvolvimento web

Veja neste artigo o que é o Pyramid, Framework Python para desenvolvimento web.

Ana Paula de Andrade 9 de novembro de 2020

A linguagem de programação Python possui os Frameworks Django e Flask para desenvolvimento web, mas eles não são os únicos, sendo assim, neste artigo falaremos sobre o Pyramid Framework.

Criado por Guido Van Rossum em meados dos anos 90, o Python é uma linguagem de programação de alto nível, multiplataforma e open source. É uma linguagem que ganhou destaque nos últimos anos por possuir uma ótima curva de aprendizagem, ser uma linguagem leve e ter se tornado uma das principais linguagem para o desenvolvimento de IA, Machine Learning e Big Data, áreas em grande crescimento nos últimos anos.

O Pyramid é um Framework multiplataforma, escrito em Python, que foi lançado em novembro de 2010 para o desenvolvimento web, priorizando a flexibilidade e permitindo ao desenvolvedor a utilização de ferramentas certas para o seu projeto.

Relembrando Framework

Aqui no blog já possuímos um artigo que aborda “Para que serve um Framework”, mas em palavras mais simples, o framework é um facilitador no desenvolvimento de diversas aplicações e, sem dúvida, sua utilização poupa tempo e custos para quem utiliza, pois de forma mais básica, é um conjunto de bibliotecas utilizadas para criar uma base, onde as aplicações são construídas, um otimizador de recursos.

Possui como principal objetivo resolver problemas recorrentes com uma abordagem mais genérica. Ele permite ao desenvolvedor focar nos “problemas” da aplicação, não na arquitetura e configurações.

De volta ao Pyramid

O Pyramid Framework funciona em todas as versões suportadas do Python, tornando mais fácil desenvolver aplicações web. Ao decorrer do desenvolvimento da aplicação, é normal que a complexidade aumente, por isso o Pyramid oferece diversos recursos para que esta complexidade se torne cada vez menor.

O Pyramid é um Framework projetado para usar qualquer camada de persistência, como, por exemplo o ORM SQLAlchemy ou Storm e possui uma excelente documentação.

Características do Pyramid

Diversas são as características do Pyramid Framework, dentre elas podemos citar:

  • Multiplataforma;
  • Independente de camada de acesso a dados;
  • Possui uma excelente documentação;
  • Possui sistema de rotas;
  • Open source;
  • Suporte a integração de pacotes de terceiros;
  • Suporte a testes unitários;
  • Configurações do projeto com arquivos .ini, entre outros.

Exemplo de uma aplicação Pyramid

Abaixo podemos ver um exemplo de uma aplicação em Pyramid. Podemos notar o quão simples criar uma aplicação web pode ser:

from wsgiref.simple_server import make_server
from pyramid.config import Configurator
from pyramid.response import Response


def hello_world(request):
    return Response('Hello World!') #Retorna um HTML com a mensagem "Hello Wold"


if __name__ == '__main__':
    with Configurator() as config:
        config.add_route('hello', '/') #Adiciona a rota "/" e atrela à view `hello`.
        config.add_view(hello_world, route_name='hello') #Executa a view `hello_wold` quando a rota `hello` é adicionada
        app = config.make_wsgi_app() #Define que a app é do tipo wsgi
    server = make_server('0.0.0.0', 6543, app) # Criando o servidor na porta 6543
    server.serve_forever() #Determina que o server vai rodar até ser interrompido

O código acima criará uma aplicação que retorna um simples “Hello World” quando a rota “/” for executada no navegador.

Podemos perceber que em poucas linhas uma aplicação Pyramid é criada, demonstrando o poder e a flexibilidade do framework.

Podemos então concluir:

Como vimos neste artigo, o Pyramid é um ótimo Framework Python. Poderoso e altamente personalizável, possui uma ótima documentação e, apesar de não ser tão conhecido quanto seus “irmãos mais velhos”, é uma ótima alternativa para utilizar em seus projetos.

No site do Pyramid Framework podemos encontrar toda a sua documentação, comunidade e as principais bibliotecas de terceiros para integrar ao Framework.

Deixe seu comentário

Conheça o autor desse artigo

  • Foto Autor Ana Paula de Andrade
    Ana Paula de Andrade

    Graduanda em Sistemas de Informação pelo Instituto Federal da Bahia. É responsável pelo atendimento ao cliente, gerenciamento de redes sociais e revisão de cursos, além da redação de artigos para o blog da TreinaWeb.

    Posts desse Autor

Artigos relacionados