Testes e Projetos Quais são as etapas do Ciclo de Vida de Testes de Software?

Confira neste artigo quais são as etapas do Ciclo de Vida de Testes de Software e entenda sua importância.

João Paulo Soares 24 de novembro de 2020

Testes de software são um conjunto de atividades realizadas para identificar possíveis problemas de funcionamento, configuração ou usabilidade de um sistema ou aplicação, por meio de validações sobre o seu comportamento. À primeira vista, pequenos bugs no sistema podem parecer insignificantes, porém, caso não seja realizado os devidos testes antes do sistema entrar em produção, as consequências podem ser muito maiores do que o imaginado.

Um dos principais desafios dos profissionais de teste é modernizar suas metodologias, tecnologias e ferramentas para aprimorar suas validações e reduzir as chances de erros no software. Diante disso, é sempre recomendado que o Ciclo de Vida de Teste de Software – ou STLC, no acrônimo em inglês – deva ser seguido. Trata-se de um processo de teste com etapas específicas, para assegurar que o software atenda todos os requisitos e objetivos de qualidade.

Etapas do Ciclo de Vida de Teste de Software

Ao seguir o processo de STLC, todas as atividades devem ser feitas de forma planejada e sistemática, ou seja, cada etapa precisa possui seus próprios objetivos e resultados. A seguir vamos comentar brevemente sobre as etapas do Ciclo de Vida de Teste de Software:

1. Análise de requisitos
Nesta etapa, os profissionais identificam todos os tipos de testes que devem ser executados, comunicam-se com as diversas partes interessadas no projeto, definem prioridade e foco das validações e analisam a necessidade de automatizar os testes.

2. Fase de planejamento
Nesta etapa, o Analista de Qualidade elabora um plano de teste, recomenda ferramentas para a validação, estima o tempo de trabalho e o custo aproximado para o projeto, bem como determina as funções e responsabilidades de cada profissional.

3. Integração do caso de teste
Nesta etapa, os casos de teste e scripts são elaborados, analisados e aplicados. Posteriormente, os dados são avaliados e editados novamente.

4. Configuração do ambiente de teste
A etapa de configuração do ambiente é uma das principais fases do processo de teste. Nesta fase, é necessário verificar a arquitetura utilizada, configurar o ambiente e fazer uma lista de requisitos de hardware e software.

5. Fase de implementação
Nesta etapa, os profissionais de teste vão realizar as devidas validações considerando tudo o que foi apontado nos casos de teste. É necessário documentar os resultados dos testes, registrar os erros, reportar os problemas para a equipe de desenvolvimento e, após correção, refazer todas validações novamente.

6. Encerramento
Nesta etapa, discute-se os resultados obtidos durante o ciclo de vida de teste, com o propósito de reduzir falhas e custos, além de otimizar os processos e cumprir os objetivos do negócio. É importante que seja elaborado um relatório de qualidade com a cobertura dos testes e os detalhes do projeto.

Tester
Formação: Tester
A formação Tester da TreinaWeb tem como objetivo apresentar os tópicos essenciais para profissionais da área de teste de software, tópicos estes sendo técnicos e também com relação ao mercado de trabalho na área de qualidade de software. A formação aborda tópicos como o ciclo de vida e desenvolvimento de um software, as métricas básicas para mensuração de qualidade de uma aplicação, o ciclo de vida de uma suíte de testes, técnicas funcionais para teste de software. Além de apresentar duas ferramentas importantíssimas e extremamente utilizadas no mercado de trabalho para teste e garantia de qualidade de aplicações: o JMeter e o Selenium.
CONHEÇA A FORMAÇÃO

Importância dos testes de software

Em um projeto de desenvolvimento de software, os problemas podem surgir em qualquer uma das etapas do ciclo de vida. Existe uma grande probabilidade de que o código final tenha erros tanto nos requisitos, quanto de design ou funcionalidade. Para identificar estas falhas antes que elas ocorram em um ambiente crítico, é necessário testar muito bem o software e cumprir todas as etapas do STLC.
À primeira vista, a fase de teste pode ser considerada cara e de baixa prioridade, porém, devemos sempre reconhecer a sua importância e ter em mente que o custo por uma falha durante a execução do software pode ser muito maior.

Vejamos alguns motivos que justificam a importância deste processo:

  • Assegura que o software seja confiável e garante a satisfação do cliente;
  • Garante a qualidade do produto, o que acaba fidelizando o cliente;
  • Reduz os custos de manutenção;
  • É muito caro corrigir bugs em fases mais avançadas do desenvolvimento de software.

Considerações finais

Em um mercado tão competitivo como o de hoje em dia, apenas produtos de qualidade tendem a sobreviver. Esta qualidade, embora também seja uma percepção subjetiva do cliente, nasce da filosofia da empresa, que busca oferecer produtos e serviços que superam as expectativas do usuário. Para que isso seja alcançado, é de suma importância testar o produto, seguir todas as etapas do STLC, fazer o uso de ferramentas especializadas para automação de teste, bem como contar com uma equipe de testadores altamente qualificados.

Deixe seu comentário

Conheça o autor desse artigo

  • Foto Autor João Paulo Soares
    João Paulo Soares

    Possui MBA em Arquitetura e Engenharia de Software e bacharelado em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS. Realizou intercâmbio acadêmico em Jornalismo pela Facultad de Letras y Comunicación da Universidad de Colima, no México. Atuou como redator de entretenimento e tecnologia na rádio Metropolitana FM e atualmente trabalha como Analista de Qualidade de Software.

    Posts desse Autor

Artigos relacionados