Testes e Projetos Qual é o papel do Analista de Negócios no mundo digital?

O Analista de Negócios atua como um intermediário entre as diferentes partes interessadas de um projeto para obter, analisar, informar e validar os requisitos de negócios. Saiba mais sobre o dia a dia deste profissional!

João Paulo Soares 11 de novembro de 2020

Ao iniciar um novo projeto, o Analista de Negócios – ou Business Analyst (BA), em inglês – é a pessoa responsável por projetar e implementar estratégias de melhorias nos processos de negócio. Ele verifica diversos tipos de dados para avaliar processos, levantar requisitos, gerar recomendações e elaborar relatórios para os executivos e partes interessadas. Em suma, este profissional atua como um elo entre as diferentes partes interessadas de um projeto, como uma espécie de consultor interno, que contempla todas as visões do universo corporativo.

Os Analistas de Negócios costumam trabalhar em conjunto com os líderes da empresa, bem como clientes e usuários, em busca de aumentar a eficiência e agregar valor aos processos, produtos e serviços oferecidos. Ele deve pensar em melhorias, mas sempre ciente do que é tecnologicamente viável, o que é financeiramente possível e o que é funcionalmente razoável.

Principais Atividades

Uma das funções mais importantes de um Analista de Negócios é entender os requisitos de cada projeto. São diversas as qualidades que um bom BA deve possuir para fazer uma análise completa de requisitos, como, por exemplo, ter pensamento analítico, conhecimento multidisciplinar, boa comunicação e capacidade de negociação.

Uma boa análise de requisitos terá um impacto positivo no resultado final do projeto, pois minimizará erros, retrabalhos e custos. Por outro lado, as consequências de uma má análise podem ser desastrosas, pois, se todas as funcionalidades não forem especificadas corretamente, a implementação torna-se um processo totalmente caótico, do qual ninguém saberá como ou quando sairá.

Dentre suas principais funções estão:

  • Identificar possíveis falhas de processo;
  • Elaborar soluções para determinado problema;
  • Analisar requisitos funcionais e não-funcionais;
  • Identificar necessidades de alteração ou melhoria dos processos;
  • Elaborar especificações funcionais para novos desenvolvimentos ou alterar os já existentes;
  • Coordenar testes funcionais e estruturais;
  • Documentar alterações nos projetos;
  • Monitorar o andamento dos projetos;
  • Interpretar, avaliar e relacionar os dados obtidos por meio de suas avaliações qualitativas e quantitativas;
  • Coordenar e participar de estudos internos e externos que auxiliem no aprimoramento do planejamento estratégico.

Nos últimos anos, a função do Analista de Negócios tem sido fundamental nas organizações por diversos motivos: pela aplicação de métodos ágeis, pela necessidade de otimizar investimentos, por conta da necessidade de se adaptar às mudanças causadas pela transformação digital, entre outros. Com isso, pode-se dizer que o BA está cada vez mais próximo do negócio e menos da solução. Cada vez com uma visão mais estratégica, sem estar vinculado a um único projeto.

No dia-a-dia de trabalho é importante que o Analista de Negócios leve quatro aspectos em consideração:

  • Os processos estão bem definidos? Existe um bom suporte de TI? O processo exige documentos que circulam desnecessariamente pela organização?
  • Os colaboradores possuem as habilidades necessárias para o trabalho? Eles estão motivados? Eles entendem as metas de negócios que devem atingir?
  • Existem perfis de trabalho e responsabilidades bem definidas? Existe um trabalho interdisciplinar eficaz?
  • A parte tecnológica oferece suporte adequado aos negócios conforme necessário? Eles oferecem as informações necessárias para administrar a organização?

Embora as empresas possam ter processos muito eficientes, com um alto nível de suporte e desenvolvimento, sem dúvida haverá problemas se os membros da equipe não tiverem o conhecimento adequado para realizarem o seu trabalho, bem como se a estrutura da organização não estiver clara. É de suma importância que o BA esteja ciente dos aspectos mais amplos, como a cultura da empresa, seu impacto nas pessoas e nas práticas de trabalho. Adotar uma abordagem abrangente irá garantir que esses aspectos sejam incluídos na análise de determinada situação.

Considerações Finais

O Analista de Negócios atua como um intermediário entre as diferentes partes interessadas de um projeto para obter, analisar, informar e validar os requisitos de negócios, com o propósito oferecer soluções criativas e viáveis dentro das possibilidades da mesma.

O BA pode trabalhar em diversos departamentos, obtendo de cada um deles informações relevantes para elaborar iniciativas e estratégias, que possam melhorar questões financeiras e de processos. Um de seus objetivos é analisar o valor das informações, para prever possíveis decisões de consumo e, assim, alcançar os objetivos definidos para o negócio.

Deixe seu comentário

Conheça o autor desse artigo

  • Foto Autor João Paulo Soares
    João Paulo Soares

    Possui MBA em Arquitetura e Engenharia de Software e bacharelado em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS. Realizou intercâmbio acadêmico em Jornalismo pela Facultad de Letras y Comunicación da Universidad de Colima, no México. Atuou como redator de entretenimento e tecnologia na rádio Metropolitana FM e atualmente trabalha como Analista de Qualidade de Software.

    Posts desse Autor

Artigos relacionados