Estudo

Existe um tempo certo para se aprender a programar?

Quando uma pessoa inicia na área de TI, mais especificamente na programação, geralmente ela fica ansiosa para saber quanto tempo vai levar para de fato saber programar, conseguir desenvolver softwares, etc… e, principalmente, quando vai ter conhecimento o suficiente para estar apto a conseguir um emprego.

Lógica de Programação Completo
Curso de Lógica de Programação Completo
CONHEÇA O CURSO

Essa pergunta é muito comum em quem está iniciando na área e a recebemos muito aqui na TreinaWeb.

Afinal, existe um tempo certo para aprender a programar?

A resposta para essa pergunta é: não. Não existe um tempo específico (1 ano, 3 anos…) que conseguimos responder que uma pessoa já vá sair por aí programando. O objetivo desse artigo é conversarmos sobre como certas variáveis impactam em como será esse caminho rumo a programação. Vamos elencar alguns pontos para desmistificar o por que dessa resposta.

Cada pessoa é diferente

Não tem como falarmos que você irá levar 6 meses ou 1 ano para aprender a programar. Isso depende de vários fatores, afinal não temos como saber a fundo sobre sua capacidade e disposição para aprender.

Por isso, a resposta para essa pergunta em questão é algo muito subjetivo, ou seja, varia de pessoa pra pessoa.

Cada pessoa tem suas facilidades e dificuldades. Você pode descobrir que tem uma facilidade muito grande para a programação e isso irá contribuir muito com seus estudos, onde, obviamente, você acabará aprendendo mais em menos tempo.

Algumas pessoas aprendem com mais facilidade, porém se este não for o seu caso, também não é motivo para desânimo. Essa ansiedade pode atrapalhar os seus estudos.

Quanto tempo você tem disponível?

Utilizando o mesmo exemplo do tópico acima, não podemos dizer que você irá aprender a programar em 1 ano se você pega para estudar pouquíssimas vezes no mês. É preciso manter uma rotina nos estudos, pois programar exige tempo e dedicação. Não é na primeira dificuldade que você deve desistir, pensar que a programação não é pra você, que você está demorando para arrumar um emprego…

Se você é iniciante, não se cobre a aprender algo que você nunca viu na vida em 3 meses e sair criando softwares avançados por aí… Não se apegue tanto ao fator tempo e sim se você realmente está aprendendo de verdade. Caso seja necessário, vá mudando sua estratégia de estudos, já falamos disso aqui no nosso blog.

Não dar importância ao “básico”

Dificilmente você terá um bom aproveitamento lá na frente se você der um passo maior do que a perna. Procure aprender de forma sólida, criando uma boa base. Apesar do começo parecer ser mais chatinho, ter teoria, etc, ela é bem importante para que você aprenda os conceitos, por isso não menospreze esse começo. Ele será essencial para te ajudar lá na frente. Quando você sentir que está evoluindo e absorvendo de fato o conteúdo, você pode dar um passo a mais nos estudos.

Outra dica é trabalhar o raciocínio lógico, que é muito importante. Muita gente ao ver uma grade acaba querendo pular os cursos de lógica de programação, achando que já tem o suficiente, mas é importante ressaltar que é algo que sempre deve ser trabalhado, por isso não desdenhe a lógica.

Lógica Orientada a Objetos Completo
Curso de Lógica Orientada a Objetos Completo
CONHEÇA O CURSO

Oportunidades…

É ótimo se você conseguir uma vaga de estágio, por exemplo. Você conseguirá ter uma visão e um aprendizado bem maior estando submerso em uma empresa. Lembrando que você pode enviar sim seu currículo para vagas de trainee, pois o estágio tem justamente essa finalidade: o aprendizado. Caso ainda não tenha aparecido alguma vaga, você pode treinar fazendo alguns trabalhos freelance, temos dicas de como ser um profissional freelancer, o que te ajudará a praticar e aprender mais.

O importante a ressaltar aqui é que se você se dedicar a aprender um pouco todos os dias, possivelmente você terá um bom começo na programação. Dar um tempo certo ou uma estimativa, pode causar frustração para quem está no processo de aprendizagem e isso não serve só para ser um programador, mas também para todas as outras carreiras.

Então vá no seu tempo. Não se apegue tanto em quanto tempo você estará pronto, pois sempre terá algo para um programador estudar e evoluir, então comece a correr atrás com o que você tem e pode no momento. Esse “tempo” só depende de você.

Boa sorte!! 🙂

Tendências de TI para 2020

Nós já estamos praticamente no ano de 2020. Por isso, nada melhor do que iniciar o próximo ano já por dentro das mais fortes tendências dentro da área de tecnologia. Neste artigo, vamos abordar cinco conceitos, linguagens ou habilidades que, em nossa opinião, estarão em evidência no mercado de trabalho.

Big Data

Devido à competitividade e às exigências do mercado, é extremamente importante para as empresas ter informações e números sobre o mercado e suas atividades de maneira acurada. Com isso, as empresas estão cada vez mais coletando massas maiores dados, o que gera a necessidade cada vez maior de profissionais que saibam lidar com ferramentas de Big Data. Essa tendência provavelmente irá se manter em 2020 e, por isso, pode ser interessante ficar por dentro de ferramentas como o Hadoop, o R, o Elasticsearch e o Apache Spark.

R - Fundamentos
Curso de R - Fundamentos
CONHEÇA O CURSO

Inteligência Artificial (IA)

Ferramentas na área de Inteligência Artificial (IA) têm se tornado cada vez mais populares e até, de certo modo, mais acessíveis para profissionais que não possuem necessariamente conhecimentos específicos da área (como matemática). Muitas empresas no mercado também começaram a notar de maneira mais efetiva como ferramentas de inteligência artificial podem as tornar mais competitivas. Isso certamente fará com que a demanda por profissionais com conhecimento de ferramentas como Keras, Pybrain, Tensorflow, Azure Cognitive Services e IBM Watson não se mantenha, mas sim tenha um sensível crescimento. O mais interessante nesse mercado é que faltam profissionais que dominem ferramentas de Inteligência Artificial, o que pode fazer com que este mercado seja mais atrativo ainda.

Programação funcional

As linguagens modernas têm cada vez mais absorvido conceitos sobre o paradigma funcional. Hoje, aspectos como determinismo e imutabilidade são muito valiosos para o desenvolvimento de software moderno, principalmente por causa da expressividade e da previsibilidade que um código escrito de maneira mais funcional acaba obtendo por decorrência desse paradigma. Não à toa, linguagens com uma veia funcional mais forte vêm se tornando cada vez mais populares. Entre estas linguagens, podemos citar o Kotlin, a Golang, o F#, o Haskell, o Scalla e o Clojure: todas estas linguagens vêm ganhando cada vez mais atenção do mercado. Por isso, estudar um pouco sobre programação funcional certamente será uma decisão acertada para 2020.

F# (F Sharp) - Fundamentos
Curso de F# (F Sharp) - Fundamentos
CONHEÇA O CURSO

LGPD

Desde 2018, o Brasil passou a fazer parte dos países que contam com uma legislação específica para proteção de dados. A LGPD, sigla para Lei Geral de Proteção de Dados, tem a função de determinar como as empresas deverão realizar o tratamento de dados coletados por sistemas computacionais. Esse tratamento envolve a maneira como estas informações devem ser coletadas, armazenadas e até mesmo destruídas.

Como é uma lei relativamente nova, em 2019, ainda estávamos em uma fase de adaptação. Porém, em 2020, a LGPD entra definitivamente em vigor. Por isso, é interessante dar uma atenção a esta lei para adequar os sistemas computacionais a esta lei, evitando futuros imbróglios judiciais.

Soft skills

As soft skills são competências que estão presentes nas organizações e estão mudando o mercado de trabalho e a gestão de pessoas. Essas competências estão ganhando cada vez mais relevância por parte de organizações e recrutadores na área de tecnologia. Algumas destas competências são a proatividade, a comunicação, a criatividade e a capacidade de colaboração. Estas habilidades estão sendo cada vez mais requeridas pelo mercado, principalmente pelo fato de a visão holística ser cada vez mais necessária para profissionais da área de TI, além de que o desenvolvimento de habilidades comportamentais e emocionais é algo muito mais complexo e custoso para as empresas do que o desenvolvimento de habilidades técnicas. Por isso, em 2020, a tendência da valorização dessas soft skills certamente será mantida.

Por que treinar seus funcionários em um ensino EAD?

O treinamento de funcionários de forma online tem se tornado cada vez mais comum, já que ele é muito importante para que os objetivos da empresa sejam alcançados, como o cumprimento de metas e resultados esperados.

Capacitar os funcionários com o ensino à distância ultimamente tem sido a melhor opção para muitas empresas, pois é possível conciliar os horários de estudos com os de trabalho, sem ter muitos trâmites em relação ao deslocamento.

Veremos a seguir alguns motivos para treinar seus funcionários em um ensino EAD e quais benefícios poderá acarretar para seu negócio.

Contribui para a valorização dos funcionários

Uma empresa que visa treinar seus funcionários é sempre muito bem vista de forma geral e também por outros trabalhadores, pois quer dizer que ela valoriza seus funcionários. Além dessa valorização, se tem um ganho de performance dentro da empresa, pois os funcionários se sentirão mais capacitados para desempenhar as tarefas da empresa e a oferecerem sempre o melhor. Tudo isso contribui para uma motivação e engajamento ainda maior.

Desenvolvedor Java Pleno
Formação: Desenvolvedor Java Pleno
A formação Desenvolvedor Java nível Pleno da TreinaWeb tem como objetivo a abordagem da API de acesso a bancos de dados relacionais e a API de manipulação de arquivos, respetivamente o JDBC e a I/O API. A definição e manipulação de arquivos XML e o JavaFX - a biblioteca para criação de aplicações desktop oficial do Java, também são abordados nesta formação. Por fim, ainda são abordadas as boas práticas de modelagem de bancos de dados relacionais e os recursos avançados para desenvolvedores dos bancos de dados MySQL e Oracle.
CONHEÇA A FORMAÇÃO

Reduz custos

Geralmente os cursos presenciais são muito mais caros dos que em EAD. Com o ensino EAD, uma empresa consegue investir nesse quesito com maior frequência e com um maior número de profissionais por um preço menor.
Outro ponto na redução de custos é que com a capacitação seus funcionários serão menos propensos aos erros, tanto por desconhecimento do funcionário ou por alguma má prática, fazendo com que não ocorra muita perda de tempo e, consequentemente, resultando em atrasos de projetos.

Flexibilidade

A flexibilidade é um dos principais motivos para uma pessoa optar pelo ensino EAD. Com a correria do dia a dia, muitas vezes fica difícil se deslocar até alguma instituição, além de ter um compromisso fixo de dias e horários. Além disso temos o fator tempo, algo muito importante hoje em dia, então essa economia de tempo que um ensino EAD nos traz é um fator muito importante a ser considerado.
Assim, com o ensino EAD, seu funcionário poderá estudar no momento que der, em qualquer lugar e horário. Você pode até separar alguns minutos pra ele estudar no horário de trabalho mesmo, aliás, é um investimento que lá na frente trará bons frutos.

Acompanhamento de desempenho

Não é porque é EAD que você não conseguirá ver o desempenho de seus funcionários, muito pelo contrário. Algumas escolas online (como a nossa) mantem a empresa muito bem informada sobre o desempenho de cada funcionário através de relatórios semanais, além de você poder decidir no que seu funcionário deve focar mais, através de planos de estudos.

Aumento de produtividade

Quando você capacita seu funcionário consequentemente ele vai produzir melhor e às vezes em até menos tempo. Com os treinamentos bem direcionados ao que a empresa precisa, ele será melhor instruído para executar suas tarefas corretamente, fazendo com que o processo ocorra melhor e gere bons resultados. Sem contar no quesito atualização, onde o profissional poderá se atualizar na área dele e sempre trazer novas opções para a empresa, como o uso de novas tecnologias, por exemplo.

Aumenta a competitividade

Isso se deve a soma de tudo o que vimos acima. Uma empresa que investe em seus funcionários, para que eles sejam capazes de oferecer sempre o melhor, com uma qualidade de ponta, consequentemente fará com que sua empresa se destaque da concorrência. Lembre-se que uma empresa depende diretamente de seus funcionários e quando eles crescem, os serviços, produtos e a empresa também crescem junto. No final, todos saem ganhando 😀

Quer treinar sua empresa com a gente? Conheça nossos planos especiais para empresas 😊

Como aumentar sua produtividade nos estudos?

Estudar é preciso!

Já começaremos com a frase mais clichê de todos os tempos para te preparar pelo que vem pela frente.

Estamos em constante evolução e a todo momento aprendemos coisas novas ou aprimoramos nossos conhecimentos. Desta forma, a velha frase dita pelos nossos pais e professores, é que estudar realmente é preciso.

Também sabemos que, para muitos, estudar é, sem dúvidas, um excelente hobby, mas para outros… Sono, impaciência, inquietação, dispersões, tudo que torna o estudo monótono e exaustivo.

Neste artigo falaremos sobre algumas dicas que podem te ajudar a aumentar sua produtividade nos estudos e fazer com que aprender não seja somente preciso, mas prazeroso!

Git e GitHub - Controle de versão
Curso de Git e GitHub - Controle de versão
CONHEÇA O CURSO

Conheça seus horários

Todos nós possuímos um horário de maior produtividade. Conhecer esse horário é uma forma que você tem de se dedicar aos estudos sem estar com a sensação de improdutividade e aproveitar do seu descanso para fazer progressos.

Muitas pessoas produzem melhor a noite, desta forma, reservar alguns minutos para realizar uma leitura ou assistir vídeos fará com que sua rotina fique fixa aquele horário e tornará muito mais gratificante os minutos dedicados a você e ao seu aprendizado.

Comece por aquilo que você realmente gosta

Conhecer sobre aquilo que você realmente gosta também é essencial para aumentar sua produtividade. Não adianta você gostar de programação e estar estudando sobre algo que não segue a mesma linha daquilo que você possui afinidade. Acaba tornando seu estudo maçante e tedioso.

Então, se pergunte todos os dias: O que eu realmente gosto? Ao obter sua resposta, dedique-se sempre e será, sem dúvidas, gratificante.

Anotar é sempre uma excelente escolha

Fazer anotações será sempre uma ótima forma de fixar qualquer assunto. Se gosta de escrever, estudar com o caderno ao lado é uma ótima forma de melhorar sua produtividade. As anotações são essenciais na hora de sanar qualquer dúvida, seja anotações em cadernos ou até mesmo em seu computador.

Responda exercícios

Praticar exercícios para fixação também é uma forma de se manter produtivo nos estudos, pois você estará colocando em prática tudo que aprendeu em horas de dedicação.

Pensando nisso, todos os cursos da TreinaWeb possuem exercícios para melhorar a fixação do conteúdo abordado.

Intervalos são essenciais

Se alongar, beber água, fazer um lanche, ir ao banheiro, jogar \o/ qualquer coisa que te faça relaxar um pouco é essencial para te manter no foco.

Não acumule matéria

Sempre que estamos estudando, seja no colégio, na faculdade, pós-graduação, entre outros, acabamos acumulando matérias seguindo o pensamento que seremos capazes de terminar qualquer atividade no tempo determinado. Muitas pessoas conseguem, de fato, e se sentem mais confortáveis em realizar aquele trabalho um dia anterior à entrega, mas caso você não faça parte deste grupo, não acumule suas matérias.

A dica é simples: Ao chegar em casa, relaxe e dedique-se revisando aquilo que foi estudado, desta forma, caso possua alguma atividade mais complexa, com o passar dos dias você estará se dedicando a ela até a sua entrega final, além de evitar a correria e a noite mal dormida, seu aprendizado será, sem dúvidas, mais fixado.

Plante árvores

Sim! Você leu corretamente!

Recebi esta dica e achei maravilhoso compartilhar. Sabemos que o celular é um verdadeiro problema nos dias de foco extremo. São notificações de vários aplicativos que te levam a desbloquear a tela e lá se foram sagrados 30 minutos ou até horas de dispersão.

O aplicativo “Forest” (https://www.forestapp.cc/) é uma excelente opção para os amantes de celular. Nele você plantará árvores realizando qualquer que seja atividade, pois manterá seu aparelho bloqueado até aqueles minutos declarados por você.

É super simples de utilizar. Você programa o tempo que quer que seu aparelho fique bloqueado e enquanto isso sua arvorezinha estará crescendo. Caso ocorra o desbloqueio antes dos minutos que definiu, essa árvore morrerá. Sendo assim, acredito que não irá gostar de ver seu terreno cheio de árvores mortas. rs

Você pode dar nomes a essas “árvores” para acompanhar as atividades que foram realizadas e acompanhar também a sua produtividade no dia, semana, mês e ano. Lembrando: Nada te impede que também sejam árvores de verdade, afinal, o meio ambiente agradece! =)

Qual linguagem devo aprender primeiro?

Quando iniciamos na área de TI, ficamos com muitas dúvidas sobre como entrar na área de programação, sobre qual é o primeiro passo etc. É comum esse tipo de dúvida pois temos hoje uma infinidade de opções, seja de desenvolvimento desktop, web e mobile.

Não existe uma linguagem que você tem que aprender primeiro, o que temos são bases que nos auxiliam. É que veremos a seguir, independente da linguagem que formos escolher depois.

1. Lógica de Programação

Esse é o primeiro passo e muitas pessoas não dão o devido valor ao estudar a lógica de programação. A lógica é o primeiro conhecimento que você deve procurar adquirir, funcionando como um pré-requisito para se aprender qualquer linguagem. Aí você pode até pensar que não se tem utilidade em aprender lógica já que todos nós já temos essa habilidade de raciocínio lógico. Mas você deve saber também que devemos aprimorar e desenvolver cada vez mais nossa lógica, ainda mais na programação que devemos passar nossa lógica de uma forma que o computador entenda.

Por ser mais teoria pode parecer muito chato, mas você verá a utilidade dela mais para frente e, se você não tiver conhecimentos básicos nesse quesito, poderá ter dificuldades na hora de colocar a mão na massa com uma linguagem de programação.

Lógica de Programação Completo
Curso de Lógica de Programação Completo
CONHEÇA O CURSO

2. Lógica Orientada a Objetos

A maioria das linguagens de programação são orientadas a objetos ou implementam orientação a objetos (C#, Java, PHP, Python, Ruby entre outras), portanto se você deseja aprender alguma delas é necessário trabalhar a lógica voltada a orientação a objetos.

Aprender e compreender a orientação a objetos é importante para que seu código fique de acordo com o paradigma orientado a objetos.

Vale lembrar que este estudo é voltado a lógica com foco na orientação a objetos, ele não substitui os conhecimentos adquiridos na lógica de programação.

Lógica Orientada a Objetos Completo
Curso de Lógica Orientada a Objetos Completo
CONHEÇA O CURSO

3. HTML5 e CSS

HTML e CSS são conhecimentos que todo desenvolvedor deve saber. Uma hora ou outra você irá precisar deles. Eles funcionam como uma porta de entrada no desenvolvimento web. O HTML e o CSS são utilizados para criar páginas web e atuam de forma complementar. Todos os sites utilizam HTML e CSS de uma forma ou de outra.

O HTML é uma linguagem muito fácil de se aprender e em pouco tempo você já poderá criar um website com facilidade. Com um pouquinho mais de tempo e dedicação, você poderá estilizar suas páginas utilizando o CSS, conseguindo um resultado mais profissional.

HTML5 e CSS3 - Desenvolvimento web Básico
Curso de HTML5 e CSS3 - Desenvolvimento web Básico
CONHEÇA O CURSO

4. Linguagens back-end

Depois de aprender os tópicos anteriores, você já tem conhecimentos suficientes para escolher uma linguagem back-end. Você pode escolher a linguagem que quiser para estudar. Alguns exemplos de linguagens back-end são Java, C++, C#, PHP, Ruby, Python, Go, dentre outras…

Se seu foco for desenvolver aplicativos ou games, saiba que muitas vezes saber uma determinada linguagem é essencial. Por exemplo, se você quer desenvolver aplicativos cross-platform você pode utilizar o Xamarin, mas a base dele é em C#.

Para o desenvolvimento de games, utilizando o Unity, você também deverá saber a linguagem C#. Não são todos que tem alguma linguagem por trás, por isso é importante verificar antes se a sua escolha tem, se tiver se torna essencial aprendê-la.

Você pode ver a relação dos cursos de back-end que ministramos clicando aqui.

5. Banco de dados

Conhecer pelo menos um banco de dados é importante. Assim você pode até fazer com que suas aplicações web se integrem com o banco. O SQL é uma linguagem universal e comum para todos os bancos de dados relacionais. A partir dele podemos ter outras variações do SQL que são específicas de cada banco: o Oracle e o MySQL têm o plSQL, o SQL Server tem o T-SQL e o PostGre tem o pgSQL. Por isso, aprender o SQL se torna um requisito.

Você pode ver a relação dos cursos de bancos de dados que ministramos clicando aqui.

Concluindo

Esses são alguns tópicos que podem te ajudar caso você não saiba por onde começar. Começar direto em uma linguagem pode não ser uma boa experiência, muitas vezes pular etapas pode fazer com que a pessoa que está entrando na área desanime caso não consiga entender coisa nenhuma. Com esses passos esperamos que você possa ter um melhor aproveitamento em cada quesito. Boa sorte!

© 2004 - 2019 TreinaWeb Tecnologia LTDA - CNPJ: 06.156.637/0001-58 Av. Paulista, 1765, Conj 71 e 72 - Bela Vista - São Paulo - SP - 01311-200