oportunidades

Como conseguir o primeiro emprego na área de TI?

Você está estudando para ter uma carreira na área de TI, mas dar o primeiro passo para entrar no mercado de trabalho pode ser um pouco difícil, ainda mais que não temos nenhuma experiência. Neste caso, precisamos concentrar nossos esforços em outros quesitos que nos farão chegar mais rapidamente ao nosso objetivo: uma oportunidade de entrar no mercado de trabalho.

Recomendações

As recomendações são importantes não somente no início da carreira, mas em toda ela. Se você tiver algum conhecido na área, pode pedir para que ele te ajude a encontrar uma oportunidade, pois ele pode saber de alguma empresa que esteja contratando estagiários. Outra coisa que ajuda muito, é quando você tem a recomendação de algum professor. Os professores de cursos técnicos e de graduação geralmente tem muitos contatos, os quais sempre pedem indicações para determinadas vagas e é aí que você pode entrar. Mas é claro, um professor só indicará aquele bom aluno e que se diferencia dos outros, portanto é importante sempre dar o seu melhor nos seus estudos em seu curso técnico ou na sua graduação.

Idiomas

Para um primeiro emprego você já ter um segundo idioma, como o inglês, mostra que você já pensa lá no futuro. Muitas pessoas acabam esquecendo da importância do idioma, pensando que isso pode não contar muito por ser o primeiro emprego, mas muito pelo contrário. O quanto antes você aprender um segundo idioma, melhor.

Portfólio

Como será o primeiro emprego na área provavelmente não teremos nenhuma experiência profissional, porém ainda sim precisamos mostrar o que sabemos fazer para nos destacar. Me lembro que no meu primeiro estágio, o recrutador pediu que enviasse alguns projetos que já havia desenvolvido, no caso enviei o projeto de conclusão do curso técnico e um projeto de estudo da faculdade. Sendo assim, é importante se dedicar aos projetos que você faz em sua faculdade, desenvolver projetos pessoais (como por exemplo, um aplicativo que você imaginou), algum trabalho freelancer que você já fez para alguém… Tudo isso você pode juntar para ter um portfólio e, quando você tem algo a mostrar, já adianta muito o seu lado, além de você começar a adquirir experiência em pequenos projetos.

Se destaque dos demais

Isso ajuda a complementar no que vimos no primeiro tópico. Quando você se destaca, você é mais visto e consequentemente surgem mais oportunidades. Seja ativo nas aulas, converse com professores, peça dicas, interaja com seus colegas de classe e até mesmo de outras turmas, tenha espírito de liderança em trabalhos de grupo… Como disse no tópico anterior, além de seu professor ver que você é um aluno dedicado e lembrar de você quando precisar indicar alguém, até mesmo um colega que já trabalha pode te ajudar te indicando na empresa em que ele trabalha.

Prepare-se para as entrevistas

Na hora da entrevista, além de seu currículo, são observados diversos pontos como comunicação, pontualidade, formalidade… Além disso, você deve passar credibilidade em tudo que fala, mas nunca deve mentir. Demonstre boa vontade e interesse pela vaga. Os recrutadores gostam de candidatos que estejam motivados e que estão dispostos a aprender, mesmo que não saibam naquele momento.

Procure por estágios

Estágios não exigem experiência por isso é mais fácil de você conseguir. Mas lembre-se que todo mundo da sua faculdade também está procurando por um e a concorrência só tende a aumentar. Além de colocar em prática todos os pontos citados anteriormente, sempre que houver alguma oportunidade condizente a sua área envie seu currículo, mas não fique preso somente ao quadro de vagas da faculdade. Pesquise nas redes sociais sobre empresas de tecnologia na cidade que você mora e até em cidades vizinhas, pois isso também aumenta suas chances de encontrar uma oportunidade de trabalho, pois geralmente as empresas costumam divulgar suas vagas por meio desses canais de divulgação.

Até a próxima e boa sorte! 🙂

O que fazer enquanto não me recoloco no mercado de trabalho?

Se atualmente você está fora do mercado de trabalho, seja porque acabou de perder o emprego ou por qualquer outro motivo, sabe que não é fácil. Algumas pessoas podem encontrar um emprego mais rapidamente, outras podem demorar um pouco mais.

O intuito deste artigo é dar algumas dicas do que você pode fazer nesse “tempo livre” com coisas que realmente vão te ajudar e não ficar apenas esperando uma oportunidade bater em sua porta.

Invista em você

Investir em nós mesmos é uma das melhores coisas a se fazer. Use o tempo que você tem disponível para investir em coisas que realmente agreguem valor ao seu currículo e a você como profissional. Faça cursos, invista em idiomas… Hoje se encontra de tudo na internet, tanto pago quanto gratuito. Você pode até utilizar esse tempo para desenvolver algum aplicativo próprio que você tanto quis, mas não tinha tempo.

Participe de eventos

Existem diversos eventos na área de TI que você pode participar. Essa é uma ótima maneira de você ser visto por empresas e fazer networking com outras pessoas. Além da troca de conhecimentos, através de palestras e conferências por exemplo, esse contato com outras pessoas pode te ajudar em uma oportunidade de trabalho, algum freela, parceria e por aí vai… Muitas vezes para ser lembrado você precisa ser visto, por isso essa rede de networking é importante até mesmo quando você estiver empregado. Se tiver algum conhecido para te indicar para uma vaga, isso aumenta bastante suas chances, então essa é uma boa hora de acionar sua rede de contatos.

Faça freelas

Precisamos pagar nossas contas, certo? Por isso, essa acaba sendo uma forma de ganhar um dinheirinho enquanto não encontramos um trabalho fixo. Ofereça seus serviços para alguém que possa precisar, peça indicação para amigos, ofereça ajuda a um colega em algum projeto e procure até mesmo em sites específicos de trabalhos freelancer. Além disso, é uma forma de você continuar a desenvolver suas atividades. Use a internet a seu favor, procure vagas online, existem muitas vagas até mesmo em home office e essas entrevistas podem ser feitas até online.

Considere oportunidades temporárias

Voltando ao assunto do tópico acima – que todos temos contas a pagar, se estiver demorando um pouquinho a se recolocar (em média mais de 3 meses), considere aceitar algum trabalho, sempre pensando que é algo temporário, até que você arrume alguma outra oportunidade. Ainda que não seja muito sua área de atuação, é uma forma de você voltar ao mercado e ainda pode até adquirir novos conhecimentos e habilidades. Claro que se for algo mais próximo de sua área melhor ainda. Se não for, aproveite o tempo livre para se especializar para conseguir um emprego na área que deseja.

Por último e não menos importante: sempre envie seu currículo para vagas que estejam condizentes ao seu perfil. Se tiver alguma dúvida em relação a elaboração do currículo, temos um artigo com algumas dicas para fazer um currículo bom na medida certa, que você pode conferir neste link.

Boa sorte! 🙂

Como ser efetivado no meu estágio?

O estágio é o primeiro passo para o profissionalismo. Este primeiro passo, que muitas vezes não é fácil, nos dá a possibilidade de abrir muitas portas posteriormente. Devemos nos dedicar para aprender o máximo que pudermos, até mesmo porque é no estágio que agarramos nossa chance no mercado de trabalho.

Certo, consegui meu estágio. Mas, o que fazer para que eu transforme essa oportunidade em um emprego efetivo? Aqui vamos dar algumas dicas que podem te ajudar nesse processo.

Esteja sempre disponível

Parece meio óbvio… não é? Mas sim, já vi muito isso acontecer. E o resultado você já deve imaginar rs.
Bom, o que queremos dizer com o “estar disponível”? Um exemplo é você sempre estar disposto a ajudar seu superior ou até mesmo um colega. Precisa ficar até mais tarde? Fique. Deu algum problema e precisam da sua ajuda em um fim de semana? Faça o possível para ir.
Isso mostra que você é um profissional dedicado, responsável e que se importa com a empresa. É bom quando seu superior percebe que pode contar com você para situações “urgentes”.

Invista seu tempo nos estudos

Nas horas vagas, é legal dar uma passada naquele assunto que você está com dificuldades no trabalho. Assim verão que você é uma pessoa interessada e que corre atrás sem ficar esperando alguém mandar.
Um outro ponto importante: não tenha vergonha de assumir que não sabe fazer algo, isso é normal, afinal o estágio é um lugar para você aprender. Mas deixe claro que apesar de não saber, você irá aprender a fazê-lo.

Demonstre interesse

Manter contato com os outros funcionários afim de conhecer mais as funções e como eles as desempenham, questionar coisas sobre o trabalho, ter curiosidade… tudo isso deixa claro que você está interessado naquilo que está sendo desenvolvido dentro da empresa e que quer contribuir também. Observe muito e questione quando necessário. Além de tudo, você ainda constrói um bom relacionamento no trabalho, afinal seu chefe não vai querer contratar alguém que não se relaciona bem na equipe, não é? E mesmo que você não consiga ser efetivado dentro da empresa por algum motivo de força maior, você cria uma rede de networking e seus colegas de trabalho podem te indicar para outras vagas.

Vá além

Além de desempenhar as tarefas que são designadas a você, tente oferecer ajuda para que você consiga demonstrar suas capacidades. Seja proativo e tenha iniciativa, se antecipe a alguma tarefa antes mesmo de ser solicitada. Demonstre comprometimento e dedique-se a suas atividades dando o seu melhor para que assim você consiga gerar resultados que justifiquem sua efetivação.

Peça feedback

Isso é muito legal pois demonstra ao seu supervisor que você está interessado em saber como está indo, no que pode melhorar, o que está fazendo certo e que está disposto a ouvir críticas e, se houverem essas críticas, aprenda com elas e trabalhe para melhorá-las. Lembrando que um bom profissional sempre está atento a esses pontos e disposto a melhorar. Além de tudo isso demonstra maturidade.

Como última dica, vou deixar um outro artigo que fala um pouco sobre quais habilidades as empresas esperam dos profissionais de TI. Você pode conferir aqui.

Até a próxima!

Vale a pena trocar de profissão e entrar para a carreira de TI?

Hoje em dia não é nada incomum as pessoas quererem mudar de profissão. Lá no Ensino Médio muitas vezes somos “obrigados” a escolher uma carreira para ingressar em uma faculdade. Depois, apesar de já formados, podemos escolher se queremos continuar com aquela profissão ou… mudar!

Isso pode acontecer se você está em uma fase em que está pensando se está ou não no caminho certo, se está com vontade de experimentar coisas novas. Essa mudança também pode vir pela insatisfação profissional, busca por salários melhores, oportunidades de trabalho…

Por que a área de TI?

Não é novidade que a área de TI é uma das que mais cresce. Além disso, você tem uma infinidade de carreiras para se decidir, podendo ir para uma área mais técnica ou mais de gestão. Além disso, a possibilidade de progredir na carreira é relativamente rápida.

Muitos profissionais têm decidido se especializar no ramo da tecnologia para entrar no mercado, devido às diversas possibilidades de carreiras e vagas que existem no mercado. Muitas vezes sobram vagas neste ramo, pois muitas empresas não encontram pessoas devidamente capacitadas para ocupá-las, sendo assim, muitos veem isso como uma bela oportunidade de progredir, mesmo não sendo em sua atual área de formação.

Então é possível trocar de área e ter sucesso?

Sim, porém é importante destacar que isso demanda esforço e dedicação, pois você irá ter que aprender coisas novas e adquirir novas habilidades. Mas antes de tudo você deve saber que essa é uma decisão que deve ser bem pensada, que não pode ser tomada por impulso. A área de TI tem que realmente te interessar e você sempre deve estar disposto a aprender mais, pois é uma área onde a evolução é constante e rápida. Por isso, vale sim a pena pelas oportunidades, mas devemos ter alguns cuidados que veremos a seguir.

Como fazer essa transição?

Fazer uma transição de carreira não é fácil, mas se seus motivos te levam a isso, preparamos algumas dicas para que você tenha sucesso na nova empreitada.

Crie um planejamento

Essa é a parte mais importante: que você trace um planejamento. E se possível, que o faça enquanto você ainda estiver na sua atual profissão. É melhor ir de forma gradual, sem abandonar o atual trabalho e ir se dedicando no tempo livre. Como é uma fase nova, dificilmente você começará de cima. Você precisará de experiência para progredir. Então aceite cada uma das fases numa boa, pois sabemos que faz parte.

Além disso, essa transição de carreira também deve trazer alguns custos que são necessários, como uma segunda graduação, especialização, cursos diversos, para que te ajude a se qualificar para a nova carreira.

Experimente primeiro

Antes de dar o veredito final da mudança, experimente! Só assim você vai saber se é o que você realmente quer. No seu tempo livre você pode estudar e até fazer alguns projetos freelancer para já ir se habituando a nova área. É interessante trabalhar paralelamente à sua carreira atual.

Entenda o mercado

Entender o mercado é importante para que você possa se situar e ver onde melhor se encaixa. Se você tem a vontade de desenvolver aplicativos para celular, busque o máximo de informações, veja o que está sendo mais usado nesse momento, como está a demanda dessa área e em como se destacar e se manter competitivo no mercado.

Caso você não saiba por onde começar, comece pelo básico e depois vá aprendendo um pouco de tudo, assim, se ainda estiver em dúvida do que seguir, isso te ajudará a saber em qual área tem mais afinidade para que assim possa se especializar nela.

Aqui na TreinaWeb temos cursos de diversos segmentos da tecnologia e, como você terá acesso a todos os cursos de nossa plataforma, pode experimentar um pouco de tudo.

Concluindo

Apesar de muitas pessoas se sentirem frustradas e até mesmo culpadas quando pensam em mudar de carreira, não há nada de errado com isso e nunca é tarde. Se você acha que não teve competência o suficiente na profissão ou que perdeu tempo, saiba que nada é perdido e você pode aproveitar em outras coisas, pois conhecimento adquirido nunca é perdido (e nunca é demais! 😀 ). Então, não há nada de errado em querer mudar, só tem que ser algo bem pensado, ok? É super comum mudarmos alguns interesses no meio da vida e o que importa é a nossa felicidade, seja na área que for. 🙂

Até a próxima!

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PROGRAMADORES