Marketing Digital Técnicas de SEO para ficar no topo dos buscadores

Veja algumas das técnicas que podem ajudar a posicionar o seu site no topo dos buscadores.

Marylene Guedes 28 de maio de 2018

Aproximadamente 99% dos internautas utilizam sites de busca para fazer suas pesquisas. Por isso, otimizar seu site para que ele fique no topo dos resultados nos sites de busca pode te trazer boas vantagens. Para isso, utilizamos um conjunto de técnicas chamadas SEO.

O SEO (Search Engine Optimization) é um conjunto de técnicas e estratégias para potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de busca. Com o aumento dessa visibilidade, seu site fica ao alcance de mais pessoas, aumentando o tráfego. Assim, um número maior de pessoas pode vir a se interessar pelo seu site e, consequentemente, aumentar sua taxa de conversão.

(Vale ressaltar que estamos falando de resultados orgânicos nos buscadores, não dos patrocinados. Um resultado orgânico é aquele que vem de maneira natural, não precisando ser pago para estar no topo.)

O Google, por exemplo, utiliza seus robôs que varrem os sites utilizando algoritmos, com vários critérios para medir a relevância dos sites e assim, poder definir a ordem dos resultados.

Vamos abordar nesse artigo algumas dicas que são importantes e que devemos colocar em prática, para ajudar nosso site a ser inserido entre as principais posições naturais dos buscadores.

Facebook Ads - Como anunciar, monitorar e potencializar suas campanhas
Curso de Facebook Ads - Como anunciar, monitorar e potencializar suas campanhas
CONHEÇA O CURSO

Conteúdo único

É importante que todo o conteúdo do seu site seja único (sem cópias!), tanto de outras páginas suas como principalmente de outros sites.

Às vezes você pode ter conteúdo duplicado e nem saber. Para os buscadores uma URL pode significar dois sites diferentes. Por exemplo, para um buscador “www.treinaweb.com.br” é diferente de “treinaweb.com.br”, mesmo que a diferença seja apenas o “www”.

Velocidade

A velocidade em que um site é carregado é bastante priorizado pelos mecanismos de busca. Isso se deve pelo fato de melhorar a experiência do usuário, não demorando para carregar quando o usuário acessar seu site. Afinal, ninguém gosta de ficar esperando um site carregar, né?!

Erros de programação

Erros na programação do site, como o HTML por exemplo, pode vir a impactar seu posicionamento. Visto que os buscadores terão dificuldades em entender o que você configurou pelo código no seu site. Por isso, é importante otimizar seu código e deixá-lo sem grandes falhas, de codificação ou de semântica.

Links e imagens

Assim como as páginas, as imagens não devem demorar muito tempo para serem carregadas, sendo recomendado não fazer uso de imagens que sejam muito pesadas.

Imagens e links quebrados também prejudicam a reputação, além da experiência ruim para o usuário. Imagina você clicar em um link e ele não ir para lugar algum?!

Uma boa dica também é renomear o nome do arquivo da imagem. Em vez de “SemTitulo.jpg”, você pode renomear para “artigo-dicas-seo.jpg”, por exemplo.

Experiência mobile

Muita gente acessa a internet pelo celular. Por isso, sites com boa experiência para a versão mobile terá colocações melhores, segundo a própria Google. Sendo assim, um site responsivo é a melhor maneira de se encaixar nesse padrão.

URLs amigáveis

URLs que utilizam códigos como “www.treinaweb.com.br/arquivo.asp?curso=1&ref=112” são um tanto confusas, tanto para os usuários quanto para os buscadores. A URL deve ser intuitiva, onde o usuário já saiba o que irá encontrar no link. Por exemplo, neste link “https://www.treinaweb.com.br/curso/javascript-basico” só de olhar já conseguimos ver que se trata de um curso de JavaScript básico.

Sitemap

O Sitemap (mapa do site) é um arquivo geralmente feito em XML, feito para indexação nos buscadores, tendo os links de todas as suas páginas. Lá você também pode indicar quais as páginas são mais ou menos relevantes, definir prioridades, quais você deseja indexar e armazenar nos servidores, ajudando os mecanismos de busca a compreenderem melhor seu site.

Vale lembrar que deve-se evitar as técnicas Black Hat, que tentam enganar os mecanismos de busca. Além de não serem estratégias que funcionam a longo prazo, podem vir a penalizar e até banir seu site.

Essas são apenas algumas das técnicas, mas ainda tem muitas outras. Até a próxima! =)

Facebook Ads - Como anunciar, monitorar e potencializar suas campanhas
Curso de Facebook Ads - Como anunciar, monitorar e potencializar suas campanhas
CONHEÇA O CURSO
Deixe seu comentário

Conheça o autor desse artigo

  • Foto Autor Marylene Guedes
    Marylene Guedes

    Responsável pelo sucesso do cliente na TreinaWeb. Graduada em Gestão de Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá, além de estudante de UX/UI.

    Posts desse Autor

Artigos relacionados