Você sabe a diferença entre um engenheiro e um arquiteto de software?

Dentro da área da TI existem diversos cargos como desenvolvedor, analista, engenheiro, arquiteto etc. Mas será que existe diferença entre esses profissionais ou só são nomes bonitos para a mesma função?

Dentro da área de TI temos diversas opções de carreira para seguir, o que pode ocasionar nessa confusão com relação às funções desempenhadas em cada cargo. Mas, para cada cargo é necessário diferentes habilidades e são exercidas diferentes atividades, e claro, como são cargos diferentes os salários também variam. Veremos a seguir alguns cargos de TI e o realmente faz cada um deles.

Desenvolvedor

Um desenvolvedor tem o papel de construir sistemas que facilitem processos organizacionais, seja administrativo, financeiro, comercial, entre outros. Além de programar, ele realiza a manutenção, corrige os erros que podem aparecer nessas aplicações e realiza atualizações quando forem necessárias.

Existem diversas graduações para o profissional que deseja ser um desenvolvedor de software, mas o que mais está em alta são as graduações de Análise e desenvolvimento de sistemas, mas você também pode fazer alguma faculdade similar, sempre olhando a grade para verificar se a mesma aborda bastante a área de programação.

Além de conhecimento em linguagens de programação, frameworks, banco de dados, etc, também é importante ter conhecimentos em negócios.

Desenvolvedor C# Sênior
Formação: Desenvolvedor C# Sênior
A formação Desenvolvedor C# nível Sênior da TreinaWeb tem como objetivo apresentar conceitos avançados do C#, como covariância, contravariância e invariância de interfaces; utilização extensiva de delegates, expressões lambda e métodos de extensão. Por fim, o LINQ e o Entity Framework, ferramentas importantíssimas e essenciais no .NET, são abordadas e estudadas.
CONHEÇA A FORMAÇÃO

Engenheiro

O engenheiro de software projeta, desenvolve e implementa soluções de software, focando em aspectos estratégicos dos negócios, buscando oferecer mais qualidade e produtividade. Além de trabalhar com a parte de programação, ele também gerencia projetos e suas execuções, por isso trabalha tanto junto com desenvolvedores quanto aos líderes.

Na fase acadêmica esse profissional é geralmente formado em Engenharia da computação/Ciência da computação e além dos conhecimentos em TI, se beneficia de conhecimentos em estatística, matemática, inteligência artificial e até mesmo robótica. Para exercer a função, deve ter conhecimentos fortes em métodos ágeis, teste de software e engenharia de requisitos.

Arquiteto de software

O arquiteto de software é responsável por garantir que o software atenda aos requisitos, visando sempre a segurança, escalabilidade e desempenho. É responsável por todas as decisões técnicas do projeto, apoiar o time na resolução de problemas, reuniões tanto com a equipe quanto com os clientes e, claro, também deve saber gerir riscos técnicos.

Para essa função você pode fazer qualquer graduação na área de TI: Ciência da Computação, Sistemas de informação e afins. O importante é focar depois para ter conhecimentos mais fortes relacionados à arquiteturas, como análise de arquitetura de software, arquitetura orientada a serviços e outros tipos de arquitetura como web e de sistemas móveis.

Muitas pessoas pensam que o arquiteto e o engenheiro desempenham praticamente as mesmas tarefas. Mas, não. A diferença é justamente nos conhecimentos e atuações. O arquiteto modela e projeta o software enquanto o engenheiro é mais focado nos processos, controlando-os até a conclusão.

Analista

Um analista de TI é responsável pela infraestrutura da empresa, instalando softwares e hardwares, e também fazendo com que esses componentes operem na melhor performance possível. Dentre as funções também inclui a manutenção de toda a tecnologia disponível na empresa, além de dar o suporte aos usuários sempre que necessário.

Pode ter graduação em qualquer graduação de Informática/Ciência da computação e deve ter altos conhecimentos em infraestrutura, como hardware e redes.

Concluindo

Vimos aqui algumas diferenças de alguns cargos que temos na TI. Ainda tem muitos cargos para serem explorados. Mas algo em comum em todas essas funções é a questão da atualização. O profissional sempre deve estar se atualizando, com cursos extras, pós-graduação, enfim, qualquer para que cada vez mais sejam valorizados.

Deixe seu comentário

Responsável pelo sucesso do cliente na TreinaWeb. Graduada em Gestão de Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá, além de estudante de Marketing Digital e Mídias Sociais.