Metodologia Crystal: o que é e para que serve?

As metodologias ágeis são ferramentas que vem sendo cada vez mais utilizadas no desenvolvimento de software. Já temos aqui no blog posts falando de uma bem conhecida: a metodologia Scrum.

O Scrum é o mais famoso e mais usado. Mas também temos vários outros, talvez menos conhecidos, pois alguns acabam sendo mais técnicos, o que os tornam mais específicos para engenharia de software, ao contrário do Scrum que é mais gerencial e aplicável não somente a indústria de software, como também a outras áreas e setores.

Neste artigo abordaremos a metodologia Crystal.

Crystal - Metodologia ágil
Curso de Crystal - Metodologia ágil
CONHEÇA O CURSO

Família Crystal

Criada no final da década de 90 por Alistair Cockburn e Jim Highsmith, a família Crystal se baseia na gestão de pessoas, tendo o foco na interação, habilidades, talentos e comunicação.

Segundo o criador Cockburn, as pessoas de uma equipe possuem diferentes talentos e habilidades, sendo um diferencial durante o desenvolvimento de um projeto, já que as pessoas têm uma importância muito grande no desempenho do projeto. Além disso, foi criada para atender vários tipos de projetos e equipes que precisam de táticas para resolver diversos problemas.

Não há uma metodologia Crystal e sim diferentes tipos de metodologia Crystal para diferentes tipos de projeto, por isso chamamos de família Crystal. É uma família de metodologias que une diferentes modelos de processo, mas com elementos centrais que são comuns a todas, além dos papéis e práticas específicas de cada uma.

Segundo os autores da metodologia, acredita-se que a metodologia adequada é baseada no tamanho da equipe e nos riscos envolvidos no projeto. Por isso, a família Crystal é dividida em cores, onde deve-se escolher a cor que mais for apropriada para cada projeto, de acordo com o nível de criticidade e o tamanho da equipe. Quanto mais escura for a cor, mais crítico é o sistema e, consequentemente, será utilizada a metodologia mais “pesada”.

Por exemplo, um projeto com 50 pessoas envolvidas precisa de uma metodologia mais pesada do que um projeto com 10 pessoas. Você pode avaliar seu projeto por duas visões: número de pessoas e criticidade do sistema.

A criticidade é dividida em 4 níveis: (C) conforto, (D) baixo custo, (E) alto custo e (L) risco de vida. Assim você consegue escolher a melhor metodologia para aquele projeto, adotando um conjunto de políticas adequadas para cada situação.

Algumas práticas da metodologia são:

  • a entrega em intervalos regulares;
  • o monitoramento do progresso;
  • envolvimento direto com o cliente;
  • inspeções constantes a cada incremento;
  • os feedback que servem para ajuste do produto e da metodologia caso necessário.

Você pode utilizar as metodologias da família Crystal em projetos de alta ou baixa criticidade. A ideia de Crystal é permitir que cada organização implemente as atividades que lhe pareçam adequadas.

Se você se interessou nessa metodologia e quer conhecer um pouco mais dos conceitos e como colocar em prática, temos um curso específico de Crystal, onde é abordado todas as metodologias dessa família.

No próximo artigo, conheceremos uma outra metodologia. Até lá!

Deixe seu comentário

Responsável pelo sucesso do cliente na TreinaWeb. Graduada em Gestão de Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá, além de estudante de Marketing Digital e Mídias Sociais.

© 2004 - 2019 TreinaWeb Tecnologia LTDA - CNPJ: 06.156.637/0001-58 Av. Paulista, 1765, Conj 71 e 72 - Bela Vista - São Paulo - SP - 01311-200