Kotlin: A nova linguagem oficial para desenvolvimento Android

Não é novidade para nós, desenvolvedores mobile, que a linguagem de programação Kotlin foi integrada ao time de linguagens oficiais para desenvolver apps Android. Agora o time conta com Java, C++ e Kotlin. Lembrando que a Kotlin é a nova linguagem oficial para desenvolvimento de aplicativos Android, ela não é substituta de nenhuma outra existente.

História

Kotlin é uma linguagem de programação criada em 2011 pela JetBrains, empresa conhecida pelas IDEs comercializadas. Esta linguagem recebeu o nome de uma ilha russa situada próximo à costa de São Petersburgo, onde a equipe Kotlin reside.

Em julho de 2011 a JetBrains revelou que estava trabalhando em uma nova linguagem (Kotlin) com o objetivo de suprir características que não eram encontradas em outras. No ano seguinte, o projeto Kotlin foi colocado sob a licença Apache de código aberto. Porém, apenas em 2016 foi lançada a primeira versão estável.

Aos poucos, ela foi conquistando seu lugar na comunidade de desenvolvedores de aplicativos Android, muito devido à sua qualidade e as ferramentas e IDEs que a atendem. E também, talvez um dos principais fatores, ela possui 100% de interoperabilidade com o Java. Ou seja, 100% compatível.

Contudo, a grande notícia veio em 2017, no Google I/O 17. Onde os engenheiros do Google Android anunciaram a Kotlin como a mais nova linguagem oficial da plataforma.

Principais características

Como mostrado anteriormente, uma das principais características do Kotlin, talvez a mais marcante, é a compatibilidade com o Java. Assim, todas as APIs que rodam no Java também rodam no Kotlin. Também é possível destacar outras características, como:

  • Compatível com o JDK 6, desta forma os programas escritos em Kotlin são compatíveis com qualquer versão do Android;

  • A linguagem é type-safe como o Java, e também null-safe, ou seja não admite valor null para as variáveis e caso precise informar um valor nulo é necessário definir isto de forma explícita;

  • Trabalha com os paradigmas de Programação Orientada a Objetos e Programação Funcional;

  • O Android Studio tem 100% de suporte a ela;

  • Utiliza inferência para definir tipos de dados quando o mesmo é evidente;

  • Os códigos getters e setters estão presentes de forma implícita, desta forma não é necessário criá-los na classe.

Por que desenvolver para Android com Kotlin?

Devido às suas características, ela demostra ser uma ótima opção para o desenvolvimento de aplicativos Android, trazendo todas as vantagens de uma linguagem moderna para a plataforma e sem apresentar novas restrições:

Compatibilidade: Kotlin é totalmente compatível com o JDK 6, garantindo que os aplicativos possam ser executados em dispositivos Android mais antigos, sem problemas. A ferramenta Kotlin é totalmente suportada no Android Studio e compatível com o sistema de compilação do Android.

Desempenho: um aplicativo Kotlin é tão rápido quanto um Java equivalente, graças a uma estrutura de bytecodes muito semelhante. Com o suporte da Kotlin para funções inline, o código usando lambdas geralmente é executado ainda mais rápido que o mesmo código escrito em Java.

Interoperabilidade: o Kotlin é interoperável a 100% com Java, permitindo usar todas as bibliotecas Android existentes em um aplicativo Kotlin.

Tempo de compilação: o Kotlin suporta compilação incremental eficiente, por isso, enquanto há algumas sobrecargas adicionais para construções limpas, as compilações incrementais geralmente são tão rápidas ou mais rápidas do que com o Java.

Curva de aprendizado: para um desenvolvedor Java começar com o Kotlin é muito fácil. O conversor automático Java para Kotlin incluído no plugin Kotlin ajuda com os primeiros passos.

Compatibilidade com o Android Studio

Atualmente Kotlin é 100% compatível com o Android Studio e para utilizá-lo basta instalar um plugin que se encontra disponível na área de plug-ins da IDE.

Pensando em mais praticidade para os desenvolvedores Android que utilizam esta IDE, em breve será lançada a nova versão do Android Studio (Android Studio 3.0 Canary) que trará nativamente suporte ao Kotlin, sem a necessidade de instalar plugins adicionais. Atualmente já está disponível para download o preview, que você pode ver no site oficial.

Quer aprender a desenvolver com Kotlin? Veja o nosso curso:

O que você acha sobre essa parceria entre Kotlin e Android? Compartilhe conosco a sua opinião. 🙂

Uma abraço e até a próxima!

Deixe seu comentário

Instrutor, Desenvolvedor Android, Mestrando em Bioinformática pela UFMG, MBA Executivo em Gerenciamento de Projetos pela UCAM, Graduado em Ciência da Computação pela FUNIP, Membro da SBC, ACM e AB3C.

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PROGRAMADORES