Mudanças do Magento 1.9 para o Magento 2

Nesse post veremos as principais mudanças da versão 1.9 para a versão 2.x em uma visão geral. Para quem ainda não conhece, o Magento é uma das plataformas de e-commerce open-source mais usadas do mundo.

A versão 2

Desde 2011 o pessoal vem comentando sobre o desenvolvimento de uma nova versão do Magento. Finalmente, em novembro de 2015, ela foi lançada na página oficial, como sendo a versão 2.0.0.

Apesar dessa versão ter sido lançada há mais de 1 ano, ela ainda é novidade para a maioria das pessoas. Isso porque tradicionalmente muitas empresas esperam a plataforma ficar um pouco mais madura, outro fator que elas consideram é o suporte a recursos como traduções, extensões e temas compatíveis. Além disso, como a versão 1.x ainda terá suporte oficial com atualizações de segurança e correção por mais 3 anos (após o lançamento da versão 2), ela ainda continuará por um bom tempo em muitas lojas. Uma prova disso são as estatísticas de uso das versões do Magento em sites como builtwith, veja que a versão 1.7 e 1.8 são usadas até hoje:

estatísticas de uso Magento site buildwith

Joomla - Criação de Temas
Curso de Joomla - Criação de Temas
CONHEÇA O CURSO

Mudanças no desenvolvimento

O Magento não mudou apenas para ficar mais bonitinho ou para não ficar com uma fama de estagnado pela comunidade, ele foi realmente reformulado. Uma das principais reclamações no Magento 1.x é que ele não é modular, é necessário instalá-lo por completo, mesmo não desejando usar uma determinada parte. No Magento 2 esse problema foi resolvido, agora é possível na hora da instalação selecionar somente os módulos que você quer. Ainda nesse mesmo contexto, outra novidade foi a possibilidade da instalação da plataforma e extensões através do gerenciador de dependências do PHP, o Composer. E isso deu ao projeto um grande salto de qualidade e flexibilidade.

A estrutura de pastas dos temas e extensões também foi alterada para facilitar e tornar mais organizados os recursos desenvolvidos por terceiros. Outros recursos importantes também foram melhorados, como o sistema de cache, escalabilidade, suíte de testes e outros. Com a utilização de ferramentas modernas no desenvolvimento, agora o Magento tem suporte às versões mais atuais das tecnologias necessárias para rodá-lo, veja os requisitos básicos da versão 2.1:

  • Apache 2.4 ou Nginx 1.8.x (ou superior)
  • PHP 7
  • MySQL 5.7

Pode ver todos os requisitos do Magento clique aqui.

Mudanças no painel

Vamos agora às mudanças que interessam para quem trabalha no dia-a-dia administrando lojas que utilizam o Magento. O painel administrativo na versão 1 é um tanto quanto assustador, ele tem cara daqueles sistemas bem complicados, se é que me entende. Ele também possui alguns detalhes de usabilidade referentes às limitações da época que ele foi de desenvolvido.

No Magento 2 eles tentaram resolver a maioria desses problemas. Apesar de eu não ser nenhum especialista em usabilidade, na minha opinião como usuário, o sistema melhorou bastante. Inclusive, eles estão a cada dia melhorando mais e mais essa parte, tanto que da versão 2.0 para a versão 2.1 alguns recursos foram alterados para melhorar ainda mais a usabilidade do sistema.

Veja abaixo algumas telas de exemplo:

Página inicial do painel (Dashboard)

Página inicial painel (Dashboard)

Menu Principal

Menu Principal

Página do catalogo de produtos

Página do catalogo de produtos

Painel de adição de produtos associados a produto configurável

Painel de adição de produtos associados a produto configurável

O legal de todas essas mudanças é que apesar do sistema estar todo redesenhado, quem está acostumado com a versão 1.x não terá que aprender tudo novamente, pois o fluxo de trabalho continua o mesmo, sendo necessário somente algum tempo de adaptação.

Extensões e temas

Um dos motivos da popularidade do Magento é a facilidade na instalação de temas e extensões através do Magento Connect, uma plataforma que liga o desenvolvedor de temas e extensões aos usuários da plataforma.

Até alguns dias atrás o Magento 2 ainda não possuía um Magento Connect, isso porque os recursos para a nova versão não podiam ser instalados usando a plataforma antiga. Então o Magento lançou uma nova plataforma, chamada Magento Marketplace, essa sim com extensões e temas compatíveis com a nova versão.

Conclusão

Apesar do Magento 2 trazer todas as melhorias descritas, ele ainda tem muito a evoluir, principalmente na quantidade de recursos como traduções, temas e extensões. Uma prova disso é o Magento Marketplace que só foi lançado recentemente.

Deixe o seu comentário caso já esteja usando o Magento 2 em ambiente de teste ou produção. Fique à vontade para dizer qual parte mais gostou ou não.

Caso queira aprender mais sobre a plataforma, temos no TreinaWeb o seguinte curso:

Magento - Criação de lojas virtuais Básico
Curso de Magento - Criação de lojas virtuais Básico
CONHEÇA O CURSO

Até a próxima!

Deixe seu comentário

Desenvolvedor, autor e instrutor. Apaixonado por desenvolvimento de software e tudo ligado a área de tecnologia. É autor de cursos em diversos temas, como, desenvolvimento back-end, cloud computing e CMSs. Nas horas vagas adora estudar sobre o mercado financeiro, cozinhar e brincar com pequeno Daniel de 1 ano.