Desenvolvimento Para que serve um framework?

Veja neste artigo o que é um framework e para que ele serve.

Marylene Guedes 5 de abril de 2019

A utilização de frameworks já está inclusa no dia a dia de muitos desenvolvedores. O principal benefício que faz muitos desenvolvedores utilizarem frameworks é o poder de reutilização de estruturas de código, poupando horas de desenvolvimento e fazendo com que os desenvolvedores possam focar no que é de fato importante e que agrega valor ao negócio com relação ao software que está sendo desenvolvido.

Laravel - Framework PHP (Parte 1/3)
Curso de Laravel - Framework PHP (Parte 1/3)
CONHEÇA O CURSO

O que vem a ser um framework?

Um framework é uma estrutura-base que contém um conjunto de funções e componentes pré-definidos, funções e componentes estes que se relacionam para disponibilizar funcionalidades específicas ao desenvolvimento de software. Estas funções e componentes genéricos pré-prontos agilizam o processo, poupam tempo e evitam retrabalho para o desenvolvedor.

Os frameworks podem ser criados ou pela própria comunidade ou por empresas mantenedoras de uma linguagem ou ambiente de desenvolvimento, como a Microsoft e a Oracle.

Por que utilizar um framework?

Pessoa com dúvida

Bootstrap 4 - Fundamentos
Curso de Bootstrap 4 - Fundamentos
CONHEÇA O CURSO

O foco principal de um framework é a reusabilidade. Você pode utilizar um framework para desenvolver várias aplicações, reaproveitando estas estruturas pré-disponibilizadas para lidar com tarefas repetitivas ou que são comuns em vários tipos de sistemas (como, por exemplo, a funcionalidade de autenticação). Nesse exemplo, você não precisa dedicar tempo para desenvolver a funcionalidade de login, já que existem frameworks já testados para essa finalidade. Além disso, se necessário, você pode personalizar estes componentes pré-disponibilizados de acordo com as demandas do projeto em questão.

Um exemplo: a Microsoft tem o .NET Framework, que disponibiliza componentes pré-configurados para rodar aplicativos em diferentes plataformas. Se você vai criar uma aplicação web, por exemplo, você não precisa desenvolver toda a estrutura necessária para lidar com requisições HTTP (que é uma tarefa repetitiva): basta você criar uma classe que estenda a clases Controller e… Pronto! Você já tem automaticamente uma classe que consegue lidar com requisições HTTP.

Existem diversos frameworks para as mais diferentes linguagens e plataformas, seja desktop, web ou mobile, tanto com relação ao front-end quanto ao back-end. Devemos escolher os frameworks corretos para cada tipo da aplicação, para que ele realmente ajude no objetivo final.

Ao final, podemos concluir que um framework é um facilitador para o desenvolvedor chegar no resultado final que ele deseja – que é o desenvolvimento de uma aplicação, poupando tempo e esforço de desenvolvimento.

Desenvolvedor Python
Formação: Desenvolvedor Python
Aprenda os principais conceitos do Python (uso de variáveis, estruturas condicionais e estruturas de decisão), como trabalhar com orientação à objetos (métodos, construtores, destrutores, classes, herança, polimorfismo e duck-typing), estruturas de dados (Listas, Filas, Pilhas, Árvores Binárias, Dicionários, Conjuntos, Tabelas de Espalhamento e Mapas), banco de dados relacionais (DB API e SQLAlchemy) e como criar aplicações desktop com o Kivy.
CONHEÇA A FORMAÇÃO
Deixe seu comentário

Conheça o autor desse artigo

  • Foto Autor Marylene Guedes
    Marylene Guedes

    Responsável pelo sucesso do cliente na TreinaWeb. Graduada em Gestão de Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá, além de estudante de UX/UI.

    Posts desse Autor

Artigos relacionados