Principais comandos do Symfony CLI

Quando criamos uma aplicação Symfony automaticamente podemos executar uma série de comandos a partir do arquivo bin/console. Esses comandos são muito úteis no desenvolvimento do nosso projeto, porém ele está limitado ao contexto da aplicação. Baseado nessa dificuldade e outras limitações foi criado um programa de linha de comando que pode ser instalado globalmente na máquina. Ele facilita desde a criação do projeto até tarefas diárias no desenvolvimento.

O utilitário também conta com uma série de recursos para deploy e configuração de aplicações que utilizam o Symfony Cloud, um serviço de nuvem que apresenta uma série de facilidade para a hospedagem de aplicações que utilizam o framework.

Instalando o comando Symfony

A instalação é extremamente simples, independente do sistema operacional que está usando na sua máquina.

Windows: Basta baixar o instalador e executar com todas as opções padrão. Ele fará o download do utilitário e colocará o caminho na variável PATH, permitindo que execute o comando symfony a partir do prompt.

Linux: Ao executar no terminal wget https://get.symfony.com/cli/installer -O - | bash ele fará o download e a instalação. Em seguida precisamos tornar o comando global, para isso podemos mover o arquivo para a pasta de executáveis com o seguinte comando mv $HOME/.symfony/bin/symfony /usr/local/bin/symfony

MacOS: Executar no terminal curl -sS https://get.symfony.com/cli/installer | bash e em seguida mover o arquivo para a pasta de executáveis com o comando mv $HOME/.symfony/bin/symfony /usr/local/bin/symfony

Verificando a instalação

Depois de instalado podemos executar o comando symfony em qualquer terminal que ele exibirá os comandos disponíveis:

Caso queira explorar todos os comandos de forma detalhada execute Symfony --help. Conforme falamos anteriormente, o comando symfony possui uma série de ferramentas específicas para trabalhar com Symfony Cloud, porém no escopo desse artigo vamos explorar apenas os comandos voltados para aplicação local.

Criando o projeto

A primeira coisa que podemos fazer é criar a estrutura do nosso projeto através do comando symfony, ele possui uma sintaxe bem mais simples que a do composer. Para criar a aplicação com estrutura mínima usamos:

symfony new my_project

Se quisermos a aplicação com a estrutura completa web executamos:

symfony new --full my_project

Caso não saiba a diferença entre os 2 tipos de aplicação e a sintaxe de criação de projetos a partir do composer veja: Como criar projeto no Symfony e seu primeiro CRUD.

Symfony - Fundamentos
Curso de Symfony - Fundamentos
CONHEÇA O CURSO

Servidor de desenvolvimento

A recomendação do Symfony é utilizar o servidor disponível no utilitário de linha de comandos symfony para desenvolvimento. Esse servidor possui suporte a HTTP2, HTTPS, domínio local e outros.

Dentro da pasta da aplicação execute:

symfony server:start

Caso tenha várias versões do PHP na máquina ele pode apresentar um erro ao iniciar o servidor, dependendo das versões instaladas. Nesse caso você pode executar o comando symfony local:php:list ele mostrará qual versão está usando, se precisar mudar basta criar um arquivo chamado .php-version com a versão do PHP desejada.

Caso queira usar certificado local para HTTPS, precisa executar uma única vez o comando:

symfony server:ca:install

Comandos da aplicação

Podemos ainda rodar os comandos da aplicação diretamente pelo utilitário symfony, ao invés de executar o comando php bin/console conseguimos chamar symfony console.

Veja o exemplo abaixo:

symfony console make:form clientType

Esse comando realiza a criação de uma classe específica para trabalhar com componente de formulários. Poderia ser qualquer outro comando disponível no framework.

Verificação de segurança das dependências

Sempre que instalamos dependências em nosso projeto estamos sujeitos a adicionar código com algum tipo de vulnerabilidade. Existem algumas bases de dados que indicam quais dependências e versões dela possuem problemas de segurança. O symfony possui um comando para realizar essa verificação:

symfony security:check

Ele faz a leitura do composer.lock que guarda a versão de todos os itens instalados no seu projeto e te avisa caso algum deles possui falha conhecida.

Executando demais utilitários

O comando symfony ainda nos permite executar outros recursos através dele: composer, php, pecl, pear, php-fpm, php-cgi, php-config e phpdbg.

No caso do composer a principal vantagem é executar o gerenciador de dependências sem limite de memória. Por exemplo:

symfony composer require symfony/maker-bundle --dev

E para os comandos do php a principal vantagem é a execução já na versão do php usada no projeto, versão que pode ser indicada no arquivo .php-version na raiz do projeto.

Symfony - Fundamentos
Curso de Symfony - Fundamentos
CONHEÇA O CURSO

Conclusão

O comando symfony é uma ferramenta indispensável no ambiente de desenvolvimento. Ela contém um poderoso servidor de desenvolvimento, utilitários que ajudam no dia a dia, além de comandos específicos para trabalhar com Symfony Cloud.

Deixe seu comentário

Desenvolvedor, autor e instrutor. Apaixonado por desenvolvimento de software e tudo ligado a área de tecnologia. É autor de cursos em diversos temas, como, desenvolvimento back-end, cloud computing e CMSs. Nas horas vagas adora estudar sobre o mercado financeiro, cozinhar e brincar com pequeno Daniel de 1 ano.