tempo

Existe um tempo certo para se aprender a programar?

Quando uma pessoa inicia na área de TI, mais especificamente na programação, geralmente ela fica ansiosa para saber quanto tempo vai levar para de fato saber programar, conseguir desenvolver softwares, etc… e, principalmente, quando vai ter conhecimento o suficiente para estar apto a conseguir um emprego.

Lógica de Programação Completo
Curso de Lógica de Programação Completo
CONHEÇA O CURSO

Essa pergunta é muito comum em quem está iniciando na área e a recebemos muito aqui na TreinaWeb.

Afinal, existe um tempo certo para aprender a programar?

A resposta para essa pergunta é: não. Não existe um tempo específico (1 ano, 3 anos…) que conseguimos responder que uma pessoa já vá sair por aí programando. O objetivo desse artigo é conversarmos sobre como certas variáveis impactam em como será esse caminho rumo a programação. Vamos elencar alguns pontos para desmistificar o por que dessa resposta.

Cada pessoa é diferente

Não tem como falarmos que você irá levar 6 meses ou 1 ano para aprender a programar. Isso depende de vários fatores, afinal não temos como saber a fundo sobre sua capacidade e disposição para aprender.

Por isso, a resposta para essa pergunta em questão é algo muito subjetivo, ou seja, varia de pessoa pra pessoa.

Cada pessoa tem suas facilidades e dificuldades. Você pode descobrir que tem uma facilidade muito grande para a programação e isso irá contribuir muito com seus estudos, onde, obviamente, você acabará aprendendo mais em menos tempo.

Algumas pessoas aprendem com mais facilidade, porém se este não for o seu caso, também não é motivo para desânimo. Essa ansiedade pode atrapalhar os seus estudos.

Quanto tempo você tem disponível?

Utilizando o mesmo exemplo do tópico acima, não podemos dizer que você irá aprender a programar em 1 ano se você pega para estudar pouquíssimas vezes no mês. É preciso manter uma rotina nos estudos, pois programar exige tempo e dedicação. Não é na primeira dificuldade que você deve desistir, pensar que a programação não é pra você, que você está demorando para arrumar um emprego…

Se você é iniciante, não se cobre a aprender algo que você nunca viu na vida em 3 meses e sair criando softwares avançados por aí… Não se apegue tanto ao fator tempo e sim se você realmente está aprendendo de verdade. Caso seja necessário, vá mudando sua estratégia de estudos, já falamos disso aqui no nosso blog.

Não dar importância ao “básico”

Dificilmente você terá um bom aproveitamento lá na frente se você der um passo maior do que a perna. Procure aprender de forma sólida, criando uma boa base. Apesar do começo parecer ser mais chatinho, ter teoria, etc, ela é bem importante para que você aprenda os conceitos, por isso não menospreze esse começo. Ele será essencial para te ajudar lá na frente. Quando você sentir que está evoluindo e absorvendo de fato o conteúdo, você pode dar um passo a mais nos estudos.

Outra dica é trabalhar o raciocínio lógico, que é muito importante. Muita gente ao ver uma grade acaba querendo pular os cursos de lógica de programação, achando que já tem o suficiente, mas é importante ressaltar que é algo que sempre deve ser trabalhado, por isso não desdenhe a lógica.

Lógica Orientada a Objetos Completo
Curso de Lógica Orientada a Objetos Completo
CONHEÇA O CURSO

Oportunidades…

É ótimo se você conseguir uma vaga de estágio, por exemplo. Você conseguirá ter uma visão e um aprendizado bem maior estando submerso em uma empresa. Lembrando que você pode enviar sim seu currículo para vagas de trainee, pois o estágio tem justamente essa finalidade: o aprendizado. Caso ainda não tenha aparecido alguma vaga, você pode treinar fazendo alguns trabalhos freelance, temos dicas de como ser um profissional freelancer, o que te ajudará a praticar e aprender mais.

O importante a ressaltar aqui é que se você se dedicar a aprender um pouco todos os dias, possivelmente você terá um bom começo na programação. Dar um tempo certo ou uma estimativa, pode causar frustração para quem está no processo de aprendizagem e isso não serve só para ser um programador, mas também para todas as outras carreiras.

Então vá no seu tempo. Não se apegue tanto em quanto tempo você estará pronto, pois sempre terá algo para um programador estudar e evoluir, então comece a correr atrás com o que você tem e pode no momento. Esse “tempo” só depende de você.

Boa sorte!! 🙂

Gráfico de Gantt: o que é e por que utilizar?

Vimos no artigo anterior que elaborar um cronograma bem feito é fundamental pois nos ajuda a visualizar com mais detalhes o que deve ser feito, quando e por quem. Para nos ajudar ainda mais, existem funcionalidades que facilitam a análise de uma forma bem mais visual, ainda mais no meio de tanta informação.

O gráfico de Gantt, ou Diagrama de Gantt, é uma ferramenta utilizada para acompanhar o desenvolvimento das atividades ao longo do tempo. Uma primeira versão foi desenvolvida pelo engenheiro polonês Karol Adamiecki, em 1980, tendo o nome de Harmonogram. Essa primeira versão foi adaptada por Henry Gantt (também engenheiro) em 1917, adaptações essas que a tornaram mais clara e de fácil compreensão, o que a fizeram ser o que é hoje.

Microsoft Project Básico
Curso de Microsoft Project Básico
CONHEÇA O CURSO

O gráfico de Gantt é basicamente um gráfico que nos mostra a duração de um conjunto de atividades. Consiste em uma tabela de dupla entrada, onde são listadas as atividades na horizontal e o tempo na vertical, que podem ser dias, semanas ou meses. As barras horizontais representam as tarefas, onde o tamanho varia de acordo com o tempo que ela leva até ser finalizada.

É uma ferramenta bastante visual, deixando a informação mais transparente possível. Permite o acompanhamento da realização de tarefas que compõem o projeto, assim todos os interessados podem verificar o andamento das atividades. No gráfico de Gantt você também pode fazer a distribuição das atividades, ou seja, quem é responsável pelo o que, podendo deixar visualmente evidente os responsáveis por cada tarefa.

Além de listarmos todas as tarefas que serão executadas com seu respectivo tempo, existem dois conceitos muito importantes que precisamos saber para elaborá-lo:

  • Interdependência: comprometimento que uma atividade tem em relação a outra dentro do projeto, sob o ponto de vista temporal, ou seja, se a atividade B depende da atividade A, essa atividade B não pode começar antes de A terminar. Esse conceitos vimos no artigo da elaboração do cronograma e ele também deve ser inserido no gráfico para uma melhor visualização. No gráfico, as setas significam as relações de dependências.

  • Folga: é o período padronizado de tempo que separa uma atividade de outra, podendo ser o valor de 0 a infinito. Esse conceito de folga se refere a quantidade de tempo que uma atividade pode “se atrasar” sem atrasar outra coisa, uma outra tarefa por exemplo.

Depois de ter todas as informações, você pode lançar esses dados na planilha. Se você quiser desenvolver um gráfico de Gantt para administrar o andamento de suas tarefas você pode, porém ele é geralmente utilizado em projetos que envolvem muitas pessoas. Algumas pessoas fazem o gráfico no Excel, mas em grandes projetos é necessário buscar soluções mais eficientes, como a utilização de um software específico de gestão de projetos. Um exemplo bastante conhecido é o MS Project.

Por fim, é importante sempre estar atualizando o gráfico, para que possamos ver a evolução do projeto. O gráfico comunica de maneira visual as próximas tarefas, as que estão em atraso, as que estão próximas do vencimento, etc. Assim, você pode identificar se existe algum caminho crítico e assim definir prazos com maior assertividade, podendo tomar as devidas medidas a tempo, além de monitorar os avanços para ver se os prazos estão sendo realmente cumpridos.

Microsoft Project Avançado
Curso de Microsoft Project Avançado
CONHEÇA O CURSO

Agora que já conhecemos um pouco mais sobre o Gráfico de Gantt, se você quiser se aprofundar mais indo para a parte prática, temos uma sequência de cursos que aborda tudo sobre o MS Project. Alguns deles você confere nos cards desse post.

Até a próxima! 🙂

© 2004 - 2019 TreinaWeb Tecnologia LTDA - CNPJ: 06.156.637/0001-58 Av. Paulista, 1765, Conj 71 e 72 - Bela Vista - São Paulo - SP - 01311-200