Como escrever um bom currículo para a área de TI

Antes de chegarmos finalmente a entrevista, temos que enviar nosso currículo, certo? Ainda que no LinkedIn tenha todas suas informações, pode ser que ainda sim te peçam para enviar seu currículo.

O currículo pode ser uma porta de entrada (ou não) para uma entrevista. Já vi muitos currículos onde faltavam informações (ou com informações demais), várias páginas, com foto (o que não é necessário para nossa área) e por aí vai…

De acordo com o site Love Mondays, um recrutador não costuma demorar mais do que 30 segundos nessa análise.

Sendo assim, entramos na importância de se ter um currículo apresentável. Muitos currículos são rejeitados por estarem mal escritos, desleixados e com informações um pouco confusas. Por isso, nesse artigo, vamos te dar algumas dicas para que possamos fazer um currículo na medida certa.

Cabeçalho

Vamos dividir nosso currículo por seção e colocá-las nessa ordem. Começamos pelo cabeçalho.
Nesse primeiro passo deve conter seu nome, idade, cidade, detalhes de contato (telefone, e-mail) e algum link que seja importante, como seu site (se tiver) ou seu GitHub, que também é bem legal colocar.

Resumo

Esse resumo como o nome diz, deve ser muito breve sobre sua carreira profissional e deve principalmente instigar quem está lendo.

Experiência profissional

Se é seu primeiro emprego, essa seção não existirá. Você deverá mencionar em seu resumo que está em busca de uma oportunidade profissional para iniciar sua carreira.

Agora para quem já tem alguma experiência, deve-se manter um padrão para que fique bem fácil do entrevistador verificar rapidamente. Ser breve e incluir somente os pontos relevantes como “Nome da empresa – cargo – data que começou/terminou – breve resumo das atividades. Você sempre seguirá uma ordem do mais recente ao mais antigo. Seu emprego atual ou o mais recente será o primeiro da lista.

Formação acadêmica

Para muitas empresas essa é uma parte muito importante. Eles desejam saber qual faculdade você cursou, se fez alguma pós, MBA… Essa seção também segue o mesmo padrão do profissional, sempre do mais recente para o mais antigo.

Cursos adicionais

Se você tiver muitos, coloque os mais relevantes, que realmente farão diferença no seu currículo.

Idiomas

Aqui você colocará seus idiomas e o nível deles.

Informações adicionais

Você apenas colocará esse tópico se tiver realmente algo relevante para informar e que julgue importante aparecer aqui. Como por exemplo, se tem disponibilidade para viagens, mudança de cidade, etc.

Aqui nós finalizamos o currículo. Não esqueça de revisá-lo quantas vezes for necessário. Nada de erros de português ou de digitação. Verifique se as datas estão todas corretas para que não haja conflito de informações e nada saia errado.

Concluindo…

O foco principal é que o recrutador consiga ver seu currículo com muita clareza. Por isso salientamos desde o início desse post em como ele deve ser breve e que contenha o que realmente agregue valor. Não é necessário explicar tudo no seu currículo, ele deve primeiramente despertar interesse, depois na entrevista, aí sim você pode comentar alguns pontos caso o entrevistador te pergunte.

Até mais! =)

Deixe seu comentário
Share

Graduada em Gestão da Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá.

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PROGRAMADORES