Qual linguagem devo aprender primeiro?

Quando iniciamos na área de TI, ficamos com muitas dúvidas sobre como entrar na área de programação, sobre qual é o primeiro passo etc. É comum esse tipo de dúvida pois temos hoje uma infinidade de opções, seja de desenvolvimento desktop, web e mobile.

Não existe uma linguagem que você tem que aprender primeiro, o que temos são bases que nos auxiliam. É que veremos a seguir, independente da linguagem que formos escolher depois.

1. Lógica de Programação

Esse é o primeiro passo e muitas pessoas não dão o devido valor ao estudar a lógica de programação. A lógica é o primeiro conhecimento que você deve procurar adquirir, funcionando como um pré-requisito para se aprender qualquer linguagem. Aí você pode até pensar que não se tem utilidade em aprender lógica já que todos nós já temos essa habilidade de raciocínio lógico. Mas você deve saber também que devemos aprimorar e desenvolver cada vez mais nossa lógica, ainda mais na programação que devemos passar nossa lógica de uma forma que o computador entenda.

Por ser mais teoria pode parecer muito chato, mas você verá a utilidade dela mais para frente e, se você não tiver conhecimentos básicos nesse quesito, poderá ter dificuldades na hora de colocar a mão na massa com uma linguagem de programação.

Lógica de Programação Completo
Curso de Lógica de Programação Completo
CONHEÇA O CURSO

2. Lógica Orientada a Objetos

A maioria das linguagens de programação são orientadas a objetos ou implementam orientação a objetos (C#, Java, PHP, Python, Ruby entre outras), portanto se você deseja aprender alguma delas é necessário trabalhar a lógica voltada a orientação a objetos.

Aprender e compreender a orientação a objetos é importante para que seu código fique de acordo com o paradigma orientado a objetos.

Vale lembrar que este estudo é voltado a lógica com foco na orientação a objetos, ele não substitui os conhecimentos adquiridos na lógica de programação.

Lógica Orientada a Objetos Completo
Curso de Lógica Orientada a Objetos Completo
CONHEÇA O CURSO

3. HTML5 e CSS

HTML e CSS são conhecimentos que todo desenvolvedor deve saber. Uma hora ou outra você irá precisar deles. Eles funcionam como uma porta de entrada no desenvolvimento web. O HTML e o CSS são utilizados para criar páginas web e atuam de forma complementar. Todos os sites utilizam HTML e CSS de uma forma ou de outra.

O HTML é uma linguagem muito fácil de se aprender e em pouco tempo você já poderá criar um website com facilidade. Com um pouquinho mais de tempo e dedicação, você poderá estilizar suas páginas utilizando o CSS, conseguindo um resultado mais profissional.

HTML5 e CSS3 - Desenvolvimento web Básico
Curso de HTML5 e CSS3 - Desenvolvimento web Básico
CONHEÇA O CURSO

4. Linguagens back-end

Depois de aprender os tópicos anteriores, você já tem conhecimentos suficientes para escolher uma linguagem back-end. Você pode escolher a linguagem que quiser para estudar. Alguns exemplos de linguagens back-end são Java, C++, C#, PHP, Ruby, Python, Go, dentre outras…

Se seu foco for desenvolver aplicativos ou games, saiba que muitas vezes saber uma determinada linguagem é essencial. Por exemplo, se você quer desenvolver aplicativos cross-platform você pode utilizar o Xamarin, mas a base dele é em C#.

Para o desenvolvimento de games, utilizando o Unity, você também deverá saber a linguagem C#. Não são todos que tem alguma linguagem por trás, por isso é importante verificar antes se a sua escolha tem, se tiver se torna essencial aprendê-la.

Você pode ver a relação dos cursos de back-end que ministramos clicando aqui.

5. Banco de dados

Conhecer pelo menos um banco de dados é importante. Assim você pode até fazer com que suas aplicações web se integrem com o banco. O SQL é uma linguagem universal e comum para todos os bancos de dados relacionais. A partir dele podemos ter outras variações do SQL que são específicas de cada banco: o Oracle e o MySQL têm o plSQL, o SQL Server tem o T-SQL e o PostGre tem o pgSQL. Por isso, aprender o SQL se torna um requisito.

Você pode ver a relação dos cursos de bancos de dados que ministramos clicando aqui.

Concluindo

Esses são alguns tópicos que podem te ajudar caso você não saiba por onde começar. Começar direto em uma linguagem pode não ser uma boa experiência, muitas vezes pular etapas pode fazer com que a pessoa que está entrando na área desanime caso não consiga entender coisa nenhuma. Com esses passos esperamos que você possa ter um melhor aproveitamento em cada quesito. Boa sorte!

Deixe seu comentário

Responsável pelo sucesso do cliente na TreinaWeb. Graduada em Gestão de Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá, além de estudante de Marketing Digital e Mídias Sociais.