Carreira

Você sabe a diferença entre um engenheiro e um arquiteto de software?

Confira neste artigo as diferenças de alguns cargos da área de TI.

mais de 3 anos atrás

Dentro da área da TI existem diversos cargos como desenvolvedor, analista, engenheiro, arquiteto etc. Mas será que existe diferença entre esses profissionais ou só são nomes bonitos para a mesma função?

Dentro da área de TI temos diversas opções de carreira para seguir, o que pode ocasionar nessa confusão com relação às funções desempenhadas em cada cargo. Mas, para cada cargo é necessário diferentes habilidades e são exercidas diferentes atividades, e claro, como são cargos diferentes os salários também variam. Veremos a seguir alguns cargos de TI e o realmente faz cada um deles.

Google Cloud - Compute Engine Básico
Curso Google Cloud - Compute Engine Básico
Conhecer o curso

Desenvolvedor

Um desenvolvedor tem o papel de construir sistemas que facilitem processos organizacionais, seja administrativo, financeiro, comercial, entre outros. Além de programar, ele realiza a manutenção, corrige os erros que podem aparecer nessas aplicações e realiza atualizações quando forem necessárias.

Existem diversas graduações para o profissional que deseja ser um desenvolvedor de software, mas o que mais está em alta são as graduações de Análise e desenvolvimento de sistemas, mas você também pode fazer alguma faculdade similar, sempre olhando a grade para verificar se a mesma aborda bastante a área de programação.

Além de conhecimento em linguagens de programação, frameworks, banco de dados, etc, também é importante ter conhecimentos em negócios.

Engenheiro

O engenheiro de software projeta, desenvolve e implementa soluções de software, focando em aspectos estratégicos dos negócios, buscando oferecer mais qualidade e produtividade. Além de trabalhar com a parte de programação, ele também gerencia projetos e suas execuções, por isso trabalha tanto junto com desenvolvedores quanto aos líderes.

Na fase acadêmica esse profissional é geralmente formado em Engenharia da computação/Ciência da computação e além dos conhecimentos em TI, se beneficia de conhecimentos em estatística, matemática, inteligência artificial e até mesmo robótica. Para exercer a função, deve ter conhecimentos fortes em métodos ágeis, teste de software e engenharia de requisitos.

Arquiteto de software

O arquiteto de software é responsável por garantir que o software atenda aos requisitos, visando sempre a segurança, escalabilidade e desempenho. É responsável por todas as decisões técnicas do projeto, apoiar o time na resolução de problemas, reuniões tanto com a equipe quanto com os clientes e, claro, também deve saber gerir riscos técnicos.

Para essa função você pode fazer qualquer graduação na área de TI: Ciência da Computação, Sistemas de informação e afins. O importante é focar depois para ter conhecimentos mais fortes relacionados à arquiteturas, como análise de arquitetura de software, arquitetura orientada a serviços e outros tipos de arquitetura como web e de sistemas móveis.

Muitas pessoas pensam que o arquiteto e o engenheiro desempenham praticamente as mesmas tarefas. Mas, não. A diferença é justamente nos conhecimentos e atuações. O arquiteto modela e projeta o software enquanto o engenheiro é mais focado nos processos, controlando-os até a conclusão.

Gerenciamento de projetos - Fundamentos
Curso Gerenciamento de projetos - Fundamentos
Conhecer o curso

Analista

Um analista de TI é responsável pela infraestrutura da empresa, instalando softwares e hardwares, e também fazendo com que esses componentes operem na melhor performance possível. Dentre as funções também inclui a manutenção de toda a tecnologia disponível na empresa, além de dar o suporte aos usuários sempre que necessário.

Pode ter graduação em qualquer graduação de Informática/Ciência da computação e deve ter altos conhecimentos em infraestrutura, como hardware e redes.

Concluindo

Vimos aqui algumas diferenças de alguns cargos que temos na TI. Ainda tem muitos cargos para serem explorados. Mas algo em comum em todas essas funções é a questão da atualização. O profissional sempre deve estar se atualizando, com cursos extras, pós-graduação, enfim, qualquer para que cada vez mais sejam valorizados.

Desenvolvedor C#
Formação Desenvolvedor C#
Conhecer a formação

Autor(a) do artigo

Marylene Guedes
Marylene Guedes

Responsável pelo sucesso do cliente na TreinaWeb. Graduada em Gestão de Tecnologia da Informação pela FATEC Guaratinguetá, além de estudante de UX/UI.

Todos os artigos

Artigos relacionados Ver todos